Carrefour registra lucro de R$ 363 milhões, queda anual de 17,7%

Carrefour Brasil, foto de Regis Duvignau - Reuters

O Grupo Carrefour Brasil apresentou um lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 363 milhões no primeiro trimestre de 2020, o que representa uma queda de 17,7% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Já o lucro líquido ajustado, que exclui outras receitas e despesas da companhia, atingiu R$ 401 milhões no período, cifra 1,5% inferior frente aos três primeiros meses de 2019. “Resultado de uma operação resiliente associada a uma maior alíquota de imposto no Banco Carrefour”, informou em nota.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 1,115 bilhão, crescimento de 6,9% em relação ao primeiro trimestre do ano anterior.

Enquanto isso, o resultado financeiro líquido negativo do Carrefour subiu 50,4 pontos percentuais no comparativo anual, passando de R$ 117 milhões para R$ 176 milhões. Segundo a companhia, o número foi influenciado principalmente às despesas com juros sobre aluguéis mais elevadas.

Por outro lado, a receita líquida da empresa subiu 12,2% no trimestre encerrado em março, passando de R$ 12,8 bilhões em 2019 para R$ 14,4 bilhões.

“O crescimento das vendas reflete nossa capacidade de atender um aumento da demanda em março em todos os formatos e canais. Registramos um a rentabilidade muito resiliente, apesar de maiores custos, visando garantir a saúde e a segurança dos nossos colaboradores e clientes”, disse em nota o CEO do Grupo Carrefour Brasil, Noël Prioux.

Resumo dos principais números do Carrefour
  • Lucro líquido: R$ 363 milhões (↓ 17,7%)
  • Receita líquida: R$ 14,4 bilhões (↑ 12,2%)
  • Ebitda ajustado: R$ 1,115 bilhão (↑ 6,9%)
Ibovespa

Às 12h30, os papéis ordinários do Carrefour (CRFB3) registravam queda de 2,06% no pregão desta terça-feira, 12. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Veja mais detalhes!

Pelo TradeMap Premium é possível analisar os dados financeiros e de mercado de qualquer companhia listada na bolsa de valores (incluindo ativos americanos). Acesse o Portal TradeMap, clique uma vez no papel e estude os indicadores!

Foto: Regis Duvignau/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp