Navegue:
Clientes têm R$ 8 bilhões a resgatar nos bancos; veja se você tem direito

Clientes têm R$ 8 bilhões a resgatar nos bancos; veja se você tem direito

Valores devem ser consultados no Registrato e recebimento pode ser feito por Pix

cédulas nota real dinheiro

Foto: Agência Brasil

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

O Banco Central (BC) liberou a consulta de valores que pessoas e empresas possam ter a receber de instituições financeiras. A estimativa é que os clientes bancários tenham R$ 8 bilhões parados em contas e a elegibilidade do resgate está disponível no Registrato.

O Registrato é um sistema do BC no qual constam informações sobre dívidas e operações de crédito e débito realizados por determinada pessoa ou empresa.

Na primeira etapa do serviço, o BC espera devolver R$ 3,9 bilhões, que são os recursos referentes a contas correntes ou poupança encerradas com saldo disponível; tarifas relativas a operações de crédito cobradas indevidamente; cotas de capital e rateio de sobras líquidas de participantes de cooperativas de crédito; e recursos não resgatados de grupos de consórcio encerrados.

No decorrer do ano, a autarquia espera disponibilizar o restante do montante (R$ 4,1 bilhões), referente a tarifas e parcelas de operações de crédito cobradas indevidamente; contas de pagamento encerradas com saldo disponível; contas de registro mantidas por corretoras encerradas com saldo; e outros valores a devolver reconhecidos pelas instituições.

No caso das tarifas e operações de créditos, os valores são referentes a um termo de compromisso assinado por bancos junto ao BC.

Veja como funciona

Para fazer a consulta de possíveis valores a receber das instituições financeiras, é preciso ter um cadastro no Registrato. Para isso, basta entrar no site do serviço, fazer um pré-cadastro e o BC irá informar um código para dar continuidade ao processo de validação e confirmação de cadastro. Outra opção é verificar se o aplicativo do banco oferece a opção “Registrato” (Santander, Bradesco e Itaú são algumas das instituições que possuem esse serviço).

Feito o cadastro, é possível realizar a consulta e ver se há algum valor disponível e referente a qual instituição. Há duas formas de resgate.

A primeira está disponível para os recursos que estão em poder de instituições financeiras que aderiram a um termo específico do BC. Nesse caso, o cliente pode receber por Pix na conta indicada pelo beneficiário no Registrato.

Nos demais casos, o beneficiário terá que informar seus dados no sistema — o meio de transferência será informado pela instituição financeira.

O Registrato também serve para o cliente verificar suas informações bancárias. Todas as operações a partir de R$ 200 constam desse serviço.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp