O que são ETFs?

ETF, foto de Shutterstock

O mercado financeiro, na grande maioria das vezes, é associado às ações e renda fixa de uma forma generalizada. Por isso, outros títulos acabam ficando com menos evidência neste ramo, como o caso dos ETFs.

Neste artigo, vamos falar sobre este tipo de investimento, suas principais características e onde você pode encontrá-lo! Veja só:

  • O que são ETFs?
  • Como funciona?
  • Quais são os ETFs negociados no Brasil?
  • Quais são as principais características dos ETFs?
  • Onde encontrar ETFs?
  • ETFs têm taxa?

Ficou interessado? Então continue com a leitura e saiba mais!

Afinal, o que são ETFs?

Os ETFs, sigla de Exchange Traded Fund, são conhecidos popularmente como “fundos de índice” aqui no Brasil. De uma forma básica, os ETFs nada mais são do que uma “cestinha” de ações compostas por companhias listadas na bolsa de valores e que representam, antes de tudo, algum índice.

 Quer saber mais sobre a bolsa de valores? Clique aqui!

Mas o que é um índice?

Na B3, a nossa bolsa de valores, o principal indicador do mercado de ações é o Índice Bovespa, ou conhecido também como Ibovespa. Ele é composto por uma carteira teórica de ativos, com as ações com maior volume financeiro.

Ex: no Spotify, encontramos playlists com as músicas mais tocadas do momento. Essa linha de raciocínio é semelhante ao índice, uma vez que ambos concentram os produtos mais “comercializados”.

Por isso, podemos dizer que os ETFs são fundos de ações que replicam a carteira de algum índice de referência. Eles são negociados na bolsa, assim como as famosas ações das empresas que fazem parte deste segmento.

“Pense em um time de basquete, composto por jogadores-chave como armador, ala-armadorpivô, ala e ala-pivô. Juntos, eles podem diversificar seus pontos fortes para vencer o jogo. Da mesma forma, um ETF é como um ‘time’ composto de ‘jogadores’ diversificados, como ações, títulos e commodities que contrasta com o ‘objetivo’ de corresponder seu desempenho a um índice, como o Ibovespa. Ao fazer isso, ele pode potencialmente fornecer retornos mais previsíveis do que outras opções de investimento”

BlackRock

De uma forma básica, os ETFs são indicados para quem quer colocar o “pé” na bolsa de valores. Dito isso, agora podemos seguir para o próximo bloco:

Como funciona?

Assim como em outros fundos, a negociação dos ETFs ocorre por meio de cotas. Isso significa que o investidor que planeja adquirir uma parte de algum ETF logo comprará uma cota e, assim, será um cotista.

Com isso, os ETFs também seguem a mesma estratégia dos Fundos de Investimento, ou seja, por meio da compra e venda de cotas, o investidor chega a um potencial lucro.

 Leia também: O que é um Fundo de Investimento?

Quais são os ETFs negociados no Brasil?

Assim como todos os produtos do mercado financeiro aqui no Brasil, os ETFs seguem algum índice de referência reconhecido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Na Bolsa de Valores de São Paulo, encontramos:

Fonte: B3
Fonte: B3

Para ter acesso à lista, clique aqui.

Quais são as principais características dos ETFs?

Entre as principais características dos ETFs, estão: liquidez, diversificação, transparência e baixo custo. Veja só:

Liquidez

Os ETFs costumam ter uma alta demanda de procura e, por isso, transformá-los em dinheiro é uma tarefa fácil! Isso porque a procura pelas ações que compõem o índice seguem o mesmo padrão.

Infográfico desenvolvido por TradeMap
Infográfico desenvolvido por TradeMap
Diversificação

Um dos pontos mais relevantes dos ETFs é a diversificação, já que o investidor não está comprando apenas o papel de uma empresa, mas sim uma carteira com vários ativos. Dessa forma, o cliente não precisa comprar e vender as ações individualmente.

Transparência

O investidor sempre sabe em quem está investindo, uma vez que é possível acompanhar e verificar a carteira diariamente. Os ETFs são considerados fundos transparentes, devido à ampla divulgação de informações.

Baixo custo

Comparado a outros fundos, os ETFs apresentam uma grande vantagem, já que o valor da taxa de administração costuma ser menor do que 1% a.a. Além disso, o pacote de ações sai mais em conta frente à compra individual de todas as ações que o compõem.

Onde encontrar ETFs?

Assim como as ações, os ETFs também têm códigos e funcionam da mesma forma na hora de operá-los. No Multibroker do TradeMap, é possível encontrar esses fundos de forma rápida e segura e negociá-los tudo em um só lugar!

Para isso, basta você ser um usuário Premium (faça seu cadastro agora mesmo) e habilitar sua corretora na plataforma para ter acesso às maiores ferramentas do mercado financeiro! Veja só:

No App

Acesse o módulo de Ações do nosso aplicativo e selecione a opção Custódia. Escolha sua corretora e faça a sincronização com o Multibroker! Simples, não?

Web

Já no TradeMap Web, clique no botão no canto superior direito da tela (aquele com as iniciais do seu nome e sobrenome). Feito isso, clique em Configurações e, na aba corretoras, selecione o nome da sua corretora para sincronizar com o Multibroker. Prontinho.

ETFs têm taxa?

Uma das perguntas mais esperadas pelos investidores, não? Sim, os ETFs possuem taxas de administração, como dito anteriormente, além do Imposto de Renda de 15% sobre o lucro obtido.

Foto: Shutterstock

 

Baixe o TradeMap agora mesmo e tenha acesso à maior plataforma do mercado financeiro!

googleplay
appstore

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp