Navegue:
Ibovespa se equilibra no azul com alta de Petrobras (PETR4) e queda de Vale (VALE3)

Ibovespa se equilibra no azul com alta de Petrobras (PETR4) e queda de Vale (VALE3)

Ações de mais peso no Ibovespa apontam para direções distintas após divulgação de balanços na noite de quinta

Pessoa com logo da petrobras e gráfico de ações no fundo

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

O principal índice da Bolsa brasileira caminha para a terceira valorização seguida, puxada pela alta dos papéis da Petrobras (PETR3 e PETR4). Na quinta-feira (28), a petrolífera divulgou balanço relativo ao segundo trimestre de 2022 e anunciou o pagamento de um “megadividendo” aos acionistas.

Perto das 13h25, os papéis ordinários da Petrobras (PETR3) subiam 7% e os preferenciais (PETR4) avançavam 5,92%. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,62% e operava aos 103.224 pontos.

Para Nicolas Farto, especialista em renda variável da Renova Invest, a alta forte da empresa ajuda na performance positiva do índice. As ações da Petrobras representam quase 13% de todo o Ibovespa. 

A petrolífera foi uma das responsáveis pela alta do índice na quinta, após anunciar no meio da tarde de ontem que pagará cerca de R$ 6,73 em dividendos para cada ação em circulação no mercado.

O pagamento virá em duas parcelas de R$ 3,36 cada. A primeira no dia 31 de agosto e a segunda no dia 20 de setembro. Terá direito a receber quem fizer parte da base de acionistas da companhia em 11 de agosto.

Após o fechamento do mercado na quinta-feria, a companhia divulgou seu balanço do segundo trimestre de 2022 e apresentou lucro líquido de R$ 54,330 bilhões no período, uma alta de 26,8% em relação a um ano antes.

Leia a análise:
Petrobras (PETR4) firma crescimento e queda do Brent não assusta – ações disparam

“A Petrobras teve ótimos resultados neste segundo trimestre, com crescimento acima de 20% em todas as métricas. Além disso, a companhia continua com uma situação financeira bastante confortável e uma robusta posição de caixa. Não seria surpresa se tivéssemos outros pagamentos ‘gordos’ de dividendos mais à frente”, avalia o analista da Suno Research, João Daronco.

A receita líquida da Petrobras, por sua vez, atingiu R$ 170,96 bilhões no segundo trimestre do ano, valor 54,4% maior ante igual intervalo de 2021. O resultado também animou outros pares do setor – 3R Petroleum (RRRP3) ganhava 5,15% e PetroRio (PRIO3) subia 2,31%.

Além da Petrobras, também eram destaques de alta na sessão Suzano (SUZB3 +3,54%), Klabin (KLBN11 +4,78%), Hypera (HYPE3 +4,74%) e Banco Pan (BPAN4 +3,52%).

Ponta negativa do Ibovespa

A Americanas (AMER3) perdia 5,77%, a Multiplan (MULT3) caía 3,62% e a Usiminas (USIM5) recuava 5%. A mineradora de Minas Gerais divulgou seus resultados do segundo trimestre na manhã desta sexta, antes da abertura do mercado, e reportou queda maior que a esperada no lucro do segundo trimestre.

O resultado foi pressionado pelos preços menores do minério de ferro e por um aumento de despesas operacionais.

Mas quem pressionava o Ibovespa de fato era a Vale (VALE3), que possui participação de quase 14% no índice e recuava 2,60%. A mineradora viu seu lucro cair no segundo trimestre deste ano por condições de mercado mais adversas – entre elas o minério de ferro desvalorizado.

O lucro líquido da Vale caiu 17,7% no segundo trimestre, na comparação com os mesmos três meses de 2021, para US$ 6,203 bilhões, afetado também pelos preços menores do cobre.

Analistas do Itaú BBA avaliaram o resultado da Vale como “negativo” e ressaltaram que o resultado operacional da empresa ficou aquém do esperado.

Para Nicolas Farto, da Renova Invest, mesmo a direção da empresa se mostrar tranquila com os resultados, o segundo semestre deve continuar a mostrar dificuldades operacionais e financeiras.

“Historicamente, o preço do minério recua nos últimos seis meses do ano, o que pode dificultar um pouco as margens da Vale. Outro componente de risco é a China, que tem colocado as preocupações acerca da Covid-19 acima das metas de crescimento”, avalia o especialista.

Porém, nem tudo é negativo para a mineradora. A Vale também comunicou o pagamento de R$ 3,57 por ação em proventos para seus acionistas. O valor bruto corresponde a R$ 2,03 em dividendos e R$ 1,54 em juros sobre capital próprio.

“A Vale ainda gera um caixa absurdo e pagará dividendos muito bons. A queda nos papéis hoje pode ser uma oportunidade para quem quiser entrar na ação”, avalia Nicolas Farto.

⇨ Acompanhe seus ganhos e gastos e cuide melhor do seu dinheiro. Baixe o GranaMap!

Bolsas internacionais

Fora do Brasil, os principais mercados também operam no campo positivo. Nos Estados Unidos, Dow Jones subia 0,32%, S&P 500 ganhava 0,76% e o índice Nasdaq avançava 1%. Por lá, os mercados se encaminham para o melhor mês de junho em dois anos.

Leia também:
Bolsas nos EUA sobem em julho impulsionadas por temporada de balanços; será o fim do bear market?

Os investidores repercutem a contração de 0,9% no PIB americano no segundo trimestre. Farto, da Renova Invest, avalia que essa desaceleração do PIB dos EUA pode jogar a favor de um ritmo menos acelerado na alta de juros por lá.

Na Europa, já perto do fechamento, os índices subiam com intensidade. Euro Stoxx 50 ganhava 1,29%, o DAX crescia 1,49% e o FTSE 100 apontava em 1,03% para cima.

Compartilhe: