Navegue:
Lucro da Usiminas (USIM5) cai 77% com preço menor do minério de ferro e queda nas vendas de aço

Lucro da Usiminas (USIM5) cai 77% com preço menor do minério de ferro e queda nas vendas de aço

Crédito fiscal bilionário registrado no segundo trimestre de 2021 também não se repetiu e colaborou para perdas

Usiminas: foto divulgacao

Usiminas: divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

A Usiminas (USIM3) apresentou um lucro menor que o esperado no segundo trimestre, pressionado pela queda nos preços do minério de ferro e por um aumento de despesas operacionais da companhia.

Segundo a empresa, o lucro do período encolheu 77% na comparação com o segundo trimestre do ano passado, saindo de R$ 4,54 bilhões para R$ 1,06 bilhão.

Agentes de mercado já esperavam a queda no lucro, mas foi mais intensa que o previsto. A XP projetava lucro de R$ 1,10 bilhão para a Usiminas, enquanto o BTG Pactual esperava R$ 1,20 bilhão.

Uma parte do resultado negativo veio da diminuição da receita da companhia, que caiu 11% no segundo trimestre, para R$ 8,53 bilhões.

Esse declínio foi motivado principalmente por causa do faturamento menor com as vendas de minério de ferro. Mesmo vendendo um volume 16% maior – 2,38 milhões de toneladas, no total -, a receita do segmento de mineração atingiu R$ 1,16 bilhão – 44% a menos que no segundo trimestre de 2021.

A venda de aço recuou em termos de volume – em 17%, para 1,08 milhão de toneladas -, mas gerou praticamente a mesma receita que no segundo trimestre do ano passado – R$ 7,73 bilhões -, por causa de preços mais altos para este produto.

A outra parte da diminuição no lucro da Usiminas ocorreu por causa das despesas da empresa.

O custo de venda dos produtos aumentou 7%, para R$ 6,3 bilhões. Além disso, a Usiminas não pôde contar desta vez com o crédito bilionário que recebeu no segundo trimestre de 2021 referente a questões tributárias e que, na prática, mais do que compensou as despesas operacionais da companhia no período.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, amortização e depreciação) também recuou no segundo trimestre deste ano, e finalizou o período em R$ 1,93 bilhão. O montante representa queda de 62% em relação ao segundo trimestre de 2021.

O número do Ebitda veio em linha com a expectativa do BTG, mas menor em comparação aos R$ 2,12 bilhões projetados pela XP. No mesmo comparativo, a margem Ebitda também recuou, e passou de 52,8% no segundo trimestre de 2021 para 22,6% agora.

Usiminas 2t22
Arte: Rachel Santos/TradeMap

⇨ Acompanhe seus ganhos e gastos e cuide melhor do seu dinheiro. Baixe o GranaMap!

Projeções da Usiminas para o terceiro trimestre

Além de divulgar seu balanço, a Usiminas informou que seu conselho de administração aprovou o retorno da operação de Alto-Forno 2, da usina de Ipatinga até o final de outubro deste ano.

De acordo com a mineradora, o investimento (CAPEX) total envolvido nos reparos da instalação atingiu R$ 35 milhões. “A decisão de retomada das atividades é baseada na programação de produção e estoque de placas da empresa, já que temos expectativa de parar o Alto-Forno 3 em abril do ano que vem”, comentou a Usiminas.

Ademais, a companhia divulgou projeções dos volumes a serem vendidos em aço no terceiro trimestre deste ano. A Usiminas pretende vender de 950 mil a 1,05 milhão de toneladas de aço no período, levemente abaixo do apresentado no segundo trimestre.

Refinitiv Usiminas
Arte: Rachel Santos/TradeMap

Compartilhe:

Compartilhe: