Itaú Unibanco deixa a administração da XP; ações serão transferidas para a XPart

A operação já havia sido aprovada pelo Fed, o banco central dos EUA

Banco Central do Brasil, foto de Rahel Patrasso/Xinhua
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

O Banco Central comunicou nesta terça-feira, 27, que aprovou a alteração societária relacionada ao Itaú Unibanco e a XP. Assim, as ações da XP Inc de titularidade do Itaú serão transferidas para a XPart. 

A operação já tinha sido aprovada pelo Federal Reserve (banco central americano) e aguardava somente o aval da autoridade monetária brasileira.  

Como os ativos da XP são listados na Nasdaq, bolsa americana de empresas de tecnologia, a operação também precisou ser submetida ao Fed. 

A decisão foi tomada na última sexta-feira, 23, após análise concorrencial e prudencial. 

Os 226,5 milhões de papéis detidos pelo Itaú representam 41,05% do capital da XP. 

Com a operação, a XPart se torna parte do acordo de acionistas com a XP, enquanto o Itaú Unibanco deixará a administração da companhia. 

XPart é uma nova empresa do grupo econômico Itaú sediada nos Estados Unidos. Entretanto, ela não pertence ao conglomerado bancário. 

O Acordo em Controle de Concentração (ACC), celebrado entre o Banco Central e as empresas controladas pelo Itaú Unibanco e pela XP Controle Participações, foi encerrado.  

Além disso, de acordo com o BC, a alteração organizacional não apresentou riscos prudenciais ou concorrenciais para o Sistema Financeiro Nacional (SFN). 

“É importante ressaltar que o Banco Central do Brasil permanecerá vigilante aos efeitos concorrenciais de movimentações societárias ocorridas nos mercados sob sua supervisão, podendo adotar medidas de ajuste que se façam necessárias à preservação da concorrência”, disse o banco em nota. 

O Banco Central ainda ressaltou que, por meio de acordos de cooperação com autoridades norte-americanas, tem plena condição de acompanhar fatos ocorridos no país que possam acarretar efeitos no SFN. 

Foto: Rahel Patrasso/Xinhua

Leia também:   MGLU3: o que aconteceu com a queridinha da B3? Analistas da XP explicam

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.

Não vá ainda...
Olha só o que tá rolando!

Popup Banner Black Week 3 1