Navegue:
Ibovespa fecha sessão em alta, impulsionada por exterior e ações ligadas ao dólar e commodities

Ibovespa fecha sessão em alta, impulsionada por exterior e ações ligadas ao dólar e commodities

Declarações de Powell e notícias da China dão fôlego aos mercados

Bolsa brasileira - b3

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Em linha com o movimento das Bolsas do exterior, o Ibovespa fechou o pregão desta sexta-feira (13) com ganhos, diante da alta de ações ligadas à variação do dólar e de papéis do setor de commodities.

No fim do dia, o principal índice da Bolsa brasileira somou valorização de 1,17%, aos 106.924 pontos, com R$ 20,91 bilhões em volume negociado. Assim, o saldo da semana foi de alta de 1,7%. Desde o início de 2022, o Ibovespa acumula ganhos de 2,01%, enquanto o balanço de maio segue em baixa de 0,88%.

Em Nova York, o Nasdaq subiu 3,82%, o S&P 500 teve alta de 2,39% e o Dow Jones avançou 1,47%. Na Europa, o índice Euro Stoxx 50 somou ganhos de 2,55%.

Powell e China animam mercados

Mais uma vez, falas do presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central americano) deram alívio ao mercado. Ontem, Jerome Powell declarou que o órgão deverá manter o ritmo de elevação da taxa de juros em 0,5 ponto percentual nas próximas reuniões, e que não está ativamente considerando altas de 0,75 p.p.

Com o cenário de menor aversão ao risco, o dólar teve baixa de 1,61%, fechando o dia a R$ 5,0575. A desvalorização da moeda americana deu impulso às ações de companhias aéreas, com a Gol (GOLL4) fechando em alta de 11,79% e a Azul (AZUL4), de 10,65%.

A China também deu boas notícias ao mercado. Em Pequim, autoridades descartaram o lockdown, enquanto Xangai informou que espera alcançar o fim da transmissão comunitária do Covid-19 nas próximas semanas e que o isolamento pode terminar no dia 20.

Com isso, as commodities tiveram um dia de alta, levando consigo as ações do setor. O petróleo tipo Brent subiu 3,82%, a US$ 111,55, enquanto o minério de ferro teve alta de 0,98%, a US$ 121,27. Entre as ações, destaque para CSN (CSNA3) e Usiminas (USIM5), com ganhos de 3,94% e 3,44%, respectivamente.

Ruído interno e externo continua

Por aqui, o burburinho em torno da Petrobras continua. Na noite de quinta-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que irá recorrer à Justiça para fazer com que a estatal reduza os preços dos combustíveis.

De acordo com reportagem do jornal Valor Econômico, o governo estuda duas frentes para conter reajustes de preços da petrolífera: uma por meio de decisão do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e outra via uma alteração estatuária da empresa.

Ao mesmo tempo, os ministros da Economia e de Minas e Energia, Paulo Guedes e Adolfo Sachsida, respectivamente, encaminharam estudos para a privatização da empresa. As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) fecharam em alta de 0,14% e as preferenciais (PETR4), de 1,3%.

Os ruídos em torno da guerra na Ucrânia também não deram sinal de melhora – pelo contrário. Ontem, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ameaçou uma retaliação contra a Finlândia depois de autoridades do país afirmarem que a nação deve se inscrever para ingressar na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) em breve.

Além disso, Moscou anunciou sanções às subsidiárias europeias de sua estatal de gás natural Gazprom, seguindo a decisão da Ucrânia de suspender os fluxos de gás russo para a Europa.

Balanços mexem com as ações

No fechamento, as maiores altas do Ibovespa eram de Yduqs (YDUQ2), Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4), com ganhos de 12,11%, 11,79% e 10,65%, respectivamente.

A Yduqs sobe após a divulgação do seu balanço do primeiro trimestre de 2022. A companhia de educação conseguiu elevar a receita e a margem de lucro ao mesmo tempo, um dos principais desafios do setor desde o início da pandemia.

A companhia apresentou uma receita líquida de R$ 1,2 bilhão no primeiro trimestre, alta de 10,2% em comparação com igual período do ano passado e um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) de R$ 400 milhões, expansão de 23,4%.

O Banco Inter (BIDI11) subiu 6,87% após informar que seus acionistas aprovaram o plano de migração as ações para a Nasdaq. Agora, os acionistas devem escolher, até o fim do mês, entre trocar as ações atuais por BDRs ou receber o valor em dinheiro.

A BRF (BRFS3) subiu 10,33%, depois de chegar a cair mais de 11% com a divulgação de um primeiro trimestre ruim. A companhia teve prejuízo líquido societário de R$ 1,58 bilhão no período, revertendo o lucro de R$ 22 milhões anotado no mesmo intervalo do ano passado.

A Locaweb (LWSA3) também se destacou, com alta de 4%, depois de a companhia informar que reverteu o prejuízo do primeiro trimestre de 2021 e teve lucro de R$ 4,5 milhões no mesmo período deste ano.

Na direção oposta, as maiores quedas do índice foram de B3 (B3SA3), Cogna (COGN3) e Raia Drogasil (RADL3), com perdas de 3,61%, 2,3% e 1,92%, nesta ordem.

Leia mais:
B3 (B3SA3) vê receita de dados disparar após comprar Neoway, mas ações lideram quedas

Em um trimestre marcado pela ausência de ofertas públicas iniciais (IPOs) e pelo aumento da aversão ao risco por parte dos investidores, a B3 viu seu lucro líquido cair 7,2% no primeiro trimestre, em comparação a igual período do ano passado, para R$ 1,2 bilhão.

A Cogna reportou prejuízo líquido de R$ 13,07 milhões no primeiro trimestre do ano, uma perda 61,3% menor na comparação anual. De acordo com a empresa, a elevação na taxa Selic teve impacto relevante sobre diversas linhas do resultado financeiro, pressionando o resultado final.

Bitcoin

O mercado de criptoativos esboçou reação nesta sexta-feira, mas não o suficiente para evitar fechar a semana no campo negativo.

Após renovar as mínimas desde o fim de dezembro de 2020 na véspera, o Bitcoin (BTC) voltou a operar acima dos US$ 30 mil, mas encontra dificuldade para segurar essa posição.

Por volta das 17h05 (de Brasília), a maior cripto em capitalização registrava alta de 5,08% em 24 horas, cotado a US$ 30.042, segundo dados da CoinMarketCap. Desde o início da semana, o BTC perdeu 16,56% do seu valor.

As altcoins também buscam reabilitação. Na mesma hora, o Ethereum (ETH) tinha ganho de 6,3%, a US$ 2.061, enquanto a XRP subia 9,67%, cotada a US$ 0,42

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp