Presidente do BNDES diz que financiamento para companhias aéreas estará disponível em abril

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Nacional (BNDES), Gustavo Montezano, afirmou no último domingo, 29, que espera disponibilizar ainda em abril uma linha de financiamento para as companhias aéreas.

→ Leia também: BNDES libera R$ 2 bilhões para setor de saúde

De acordo com Montezano, a linha de crédito será exclusiva para operação brasileira das empresas e não vai ter subsídios.

A situação das companhias aéreas preocupa o governo, uma vez que elas estão sendo diretamente afetadas com uma queda na demanda por voos internacionais e nacionais diante da pandemia do novo coronavírus.

Comparação entre os papéis da Azul e Gol em março
Comparação entre os papéis da Azul e Gol em março

Somente em março, a Azul e Gol chegaram a ter uma desvalorização de mais de 80% em seus papéis na bolsa brasileira.

→ Leia também: Azul reduz voos em 90% e adota outras medidas para cortar custos; Gol segue mesma linha

“Estamos em discussão intensa e o nosso objetivo é disponibilizar a linha em abril, que em abril esteja no caixa das empresas”, afirmou Montezano durante uma entrevista coletiva pela internet.

“O objetivo é dar taxa competitiva, taxa baixa, que não pressione o fluxo de caixa dessas empresas, mas sem a presença de subsídios. A ideia é que o Tesouro, o BNDES, o setor público tenha alguma remuneração da operação que pague suas contas. Não faremos operação subsidiada”, completou.

Segundo o presidente do BNDES, o financiamento será feito por meio de uma debênture reversível. Nesse sistema, o dinheiro é disponibilizado para as companhias a uma taxa de juro baixa e, caso as ações da companhia aérea tenham uma valorização acima de determinado ponto no futuro, a estatal receberia uma remuneração extra.

Foto: BNDES/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp