Petrobras retoma oferta de debêntures

Petrobras - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) revogou a suspensão da oferta pública de debêntures da Petrobras (PETR3; PETR4), de acordo com nota divulgada pela estatal. A decisão da autarquia começa a valer a partir desta sexta-feira, 13.

A suspensão ocorreu no dia 30 de agosto, depois que a diretora de relações com investidores, Andrea Almeida, deu uma entrevista para a XP Investimentos, uma das coordenadoras da oferta. Segundo a reguladora monetária, a medida não respeitou o artigo 48 da Instrução CVM 400, que prevê que a emissora, o ofertante e as instituições intermediárias, envolvidas em oferta pública de distribuição, deverão se abster de manifestação na mídia até o anúncio de encerramento da operação.

A Petrobras informa aos seus acionistas que foi disponibilizado uma nova versão do prospecto preliminar eu seu site. O valor total de emissão é de R$ 3,6 bilhões, considerando as debêntures adicionais.

Os investidores poderão reservar os papéis até o dia 24 de setembro, de acordo com o novo cronograma. A previsão para o registro de oferta na CVM é 7 de outubro, enquanto a liquidação financeira fica para o dia 8.

IPO?

A petroleira estuda vender sua participação nos gasodutos do pré-sal por meio de uma oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês), como destaca o portal Valor Investe. Dona das três rotas de escoamento da região, a companhia negocia com seus sócios a estruturação de um Sistema Integrado de Escoamento (SIE) e avalia, ao fim, vender parte ou toda a sua fatia na futura companhia.

B3

Na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), os papéis da Petrobras sobem no início do pregão. Você pode acompanhá-los em tempo real com o TradeMap.

Petrobras - TradeMap
PETR4, às 10h30, no TradeMap
Ainda não conhece o TradeMap?
O mercado financeiro no seu bolso! Grátis e em tempo real!
Baixe agora mesmo

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Escrever um comentário