Economia chinesa cresce 6,1% em 2019 e deixa mercado global otimista

Bandeira chinesa, foto de Thinkstock

A economia da China, que desacelerou durante boa parte do ano passado, manteve-se estável no último trimestre devido ao acordo comercial com os Estados Unidos. O Produto Interno Bruto (PIB) do país teve uma expansão de 6,1% em 2019, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira, 17, pelo Escritório Nacional de Estatísticas chinês.

→ Leia também: EUA e China assinam acordo da primeira fase; Brasil pode ter impacto no agronegócio

Mas de qualquer forma, foi o ritmo de crescimento mais fraco em quase três décadas, além de uma eventual desaceleração frente ao avanço de 6,6% reportado em 2018.

De acordo com a publicação, se contabilizarmos apenas o quarto trimestre, o PIB da China expandiu 6,0% no comparativo anual, repetindo o crescimento registrado no terceiro trimestre. Entretanto, a projeção de analistas consultados pelo Wall Street Journal aponta uma alta de 6,1%.

Já a produção industrial chinesa cresceu 6,9% na comparação anual de dezembro, acelerando alta de 6,2% em novembro. Por sua vez, as vendas no varejo dispararam 8,0% no mês passado em relação ao mesmo período de 2018.

Mercado de olho

As bolsas europeias e os índice futuros das bolsas americanas começaram o dia em alta, devido à repercussão dos dados otimistas do PIB chinês.

Aqui no Brasil, às 10h13, o principal indicador da bolsa brasileira, o Ibovespa, subia 0,36%. Acompanhe a cotação em tempo real no TradeMap.

Ibovespa, às 10h13, no TradeMap
Ibovespa, às 10h13, no TradeMap
googleplay
appstore

Foto: Thinkstock

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit