Raia Drogasil lucra R$ 152,8 milhões no 1T20

ICTQ

A Raia Drogasil reportou um lucro líquido de R$ 152,8 milhões no primeiro trimestre de 2020, crescimento de 44% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado veio acimado do esperado por analistas, que previam lucro de R$ 131 milhões.

Segundo a companhia, a pandemia do novo coronavírus teve um “impacto profundo” nas operações da empresa no mês de março, uma vez que a farmacêutica virou um “porto seguro para acesso à saúde”.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de janeiro a março deste ano atingiu a marca de R$ 369,4 milhões, o que representa uma alta de 36,8% sobre igual período do ano anterior.

A receita bruta da companhia registrou R$ 5,2 bilhões, avanço de 25,3% o primeiro trimestre de 2019, informou a companhia.

Em nota, a Raia Drogasil informou que as vendas dos três primeiros meses deste ano foram “significativamente acima do normal durante as duas semanas anteriores às restrições”.

“Durante esse pico, a demanda foi concentrada em medicamentos, especialmente itens de OTC, às custas de HPC”, disse a empresa. Ou seja, produtos relacionados à pandemia, como álcool em gel.

Vendas crescem 5% quando o normal seria 20%

Após divulgar os resultados, o grupo RD disse durante uma teleconferência que a varejista cresceu 5% nas vendas neste mês, mas o normal seria um avanço de 20%.

“Em março, tivemos venda alta com rentabilidade alta, mas em abril, hoje, estamos crescendo 5% e o normal é subir 20%. Então teremos um segundo trimestre provavelmente com menor alavancagem operacional pela venda menor”, disse o diretor de planejamento corporativo, Eugenio De Zagottis.

Ibovespa

Às 14h, os papéis ordinários da Raia Drogasil (RADL3) registravam queda de 2,85% no pregão desta quarta-feira, 29. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Veja mais!

Pelo TradeMap Premium é possível analisar os dados financeiros e de mercado de qualquer companhia listada na bolsa de valores (incluindo ativos americanos). Acesse o Portal TradeMap, clique uma vez no papel e estude os indicadores!

Foto: ICTQ

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp