Desemprego sobe para 12,2% e atinge 12,9 milhões de pessoas, diz IBGE

Carteira de trabalho, foto de Marcello Casal - Agência Brasil

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada nesta quinta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostraram que a taxa de desemprego no país subiu para 12,2% no primeiro trimestre deste ano, alta de 1,3 ponto percentual na comparação com o último trimestre.

Com isso, o Brasil soma mais de 12,9 milhões de desempregados. Os números já revelam o impacto inicial causado pela pandemia do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho.

“Esse crescimento da taxa de desocupação já era esperado. O primeiro trimestre de um ano não costuma sustentar as contratações feitas no último trimestre do ano anterior. Essa alta na taxa, porém, não foi a das mais elevadas. Em 2017, por exemplo, registramos 1,7%”, disse a analista da pesquisa, Adriana Beringuy.

Beringuy observou, ainda, que na comparação com o primeiro trimestre de 2019, de 12,7%, a taxa de desocupação dos primeiros três meses deste ano caiu 0,5%.

Para ler o relatório completo do IBGE, clique aqui.

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp