Desemprego sobe para 12,2% e atinge 12,9 milhões de pessoas, diz IBGE

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada nesta quinta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostraram que a taxa de desemprego no país subiu para 12,2% no primeiro trimestre deste ano, alta de 1,3 ponto percentual na comparação com o último trimestre.

Com isso, o Brasil soma mais de 12,9 milhões de desempregados. Os números já revelam o impacto inicial causado pela pandemia do novo coronavírus sobre o mercado de trabalho.

“Esse crescimento da taxa de desocupação já era esperado. O primeiro trimestre de um ano não costuma sustentar as contratações feitas no último trimestre do ano anterior. Essa alta na taxa, porém, não foi a das mais elevadas. Em 2017, por exemplo, registramos 1,7%”, disse a analista da pesquisa, Adriana Beringuy.

Beringuy observou, ainda, que na comparação com o primeiro trimestre de 2019, de 12,7%, a taxa de desocupação dos primeiros três meses deste ano caiu 0,5%.





Para ler o relatório completo do IBGE, clique aqui.

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Leia também:   LG Informática decide interromper IPO por até 60 dias

Tags:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp