Navegue:
Eletrobras (ELET3): Termina hoje prazo para participar da oferta; veja taxas dos fundos FGTS disponíveis

Eletrobras (ELET3): Termina hoje prazo para participar da oferta; veja taxas dos fundos FGTS disponíveis

Fundos registrados na CVM possuem taxas que variam de zero a 0,40% ao ano

Poste de transmissão de energia elétrica

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

Hoje é o último para que o trabalhador consiga usar parte dos recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) na oferta de ações da Eletrobras (ELET3; ELET6). Há até R$ 6 bilhões das contas do fundo reservados para esse fim.

É possível investir metade do saldo das contas do FGTS, sendo que o valor mínimo é de R$ 200, ou seja, é preciso ter ao menos R$ 400 na conta do fundo de garantia.

Os interessados precisam autorizar a consulta de seus dados do FGTS pela gestora de um dos fundos mútuos criados para poder fazer a aplicação. Essa etapa é feita no aplicativo do FGTS. A aplicação, por sua vez, se dará pelos Fundos Mútuos de Privatização ligados ao FGTS (FMP-FGTS).

Leia mais:
De olho no potencial de alta das ações da Eletrobras (ELET3), analistas veem vantagem em usar FGTS na oferta

Cada instituição financeira pode cobrar uma taxa de administração diferente. Os fundos registrados na CVM possuem taxas que variam de zero a 0,40% ao ano, dentro do que os especialistas consideram adequado para fundos passivos, que é de até 0,50%. Confira os fundos disponíveis a seguir:

Fontes: CVM e instituições financeiras.
Fundos Instituições financeiras Taxa de administração
Daycoval Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras (FMP-FGTS) Daycoval 0%
Safra Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Safra 0,15%
Safra Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras – Migração Safra 0,15%
BTG Pactual Reference Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras BTG Pactual 0,20%
Caixa Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Caixa 0,20%
Caixa Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Caixa 0,20%
Genial Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Genial 0,20%
Genial Migração Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Genial 0,20%
Itaú Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Itaú Unibanco 0,20%
Itaú Migração Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Itaú Unibanco 0,20%
XP Fundo Mútuo de Privatização – FGTS (Migração) Eletrobrás XP Asset 0,20%
XP Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobrás XP Asset 0,20%
BNB Fundo Mútuo de Privatização FGTS Eletrobras BNB 0,20%
BB Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Banco do Brasil 0,20%
BB Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras – Migração Banco do Brasil 0,20%
Santander Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras – Migração Santander 0,20%
Santander Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Santander 0,20%
Bradesco Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Bradesco 0,40%
Bradesco Migração Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Bradesco 0,40%
Guide Fundo Mútuo de Privatização- FGTS Eletrobras Guide Investimentos 0,15%

Os trabalhadores que usarem os recursos do FGTS na oferta devem ter em mente que não podem mexer nesse fundo por 12 meses, independentemente da cotação do papel.

Após esse prazo, é possível pedir a migração de volta para o FGTS ou para outro fundo FMP.

Investimento em Eletrobras sem FGTS

Ter recursos no FGTS não é a única forma de participar da capitalização da Eletrobras. A pessoa física que não tem FGTS ou quer garantir uma fatia ainda maior também pode aportar recursos na oferta, mas o prazo para isso também vence nesta quarta-feira.

O aporte mínimo para o investidor de varejo é de R$ 1 mil e o máximo, de R$ 1 milhão.

Confira também:
Eletrobras (ELET3): 13 perguntas e respostas para quem pretende participar da oferta de ações

A oferta de ações da Eletrobras tem como objetivo aumentar o capital da empresa e, ao mesmo tempo, diluir a participação da União que, dessa forma, continuará como principal acionista, mas sem a maioria dos votos.

A operação deve movimentar cerca de R$ 30 bilhões, podendo chegar a R$ 35 bilhões se houver a colocação do lote suplementar.

Fixação do preço

A fixação do valor da ação na oferta será conhecida nesta quinta-feira (dia 9) e irá depender da demanda dos investidores (incluindo também as demais pessoas físicas, institucionais e estrangeiros).

No pregão desta terça-feira (06), as ações da Eletrobras fecharam cotadas a R$ 41,80 (ELET3) e R$ 41,35 (ELET6), ambas com queda de 0,24%.

No ano, os papéis acumulam alta da ordem de 25%, acima do Ibovespa, que registra ganhos de 5% em 2022.

Grande parte dessa valorização ocorreu com a expectativa da capitalização, uma vez que uma parcela relevante dos investidores espera que, com a menor participação estatal, a empresa de energia se torne mais eficiente e lucrativa.

⇨ Acompanhe seus ganhos e gastos e cuide melhor do seu dinheiro. Baixe o GranaMap!

Compartilhe: