Navegue:
3R Petroleum (RRRP3) lidera as altas do Ibovespa após dados de produção de janeiro; commodities seguem o ritmo e avançam

3R Petroleum (RRRP3) lidera as altas do Ibovespa após dados de produção de janeiro; commodities seguem o ritmo e avançam

Enquanto mercado brasileiro sobe, bolsas americanas operavam em baixa no início da tarde

Computador com o site da 3r Petroleum aberto

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

Os papéis da 3R Petroleum (RRRP3) lideram as altas do Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, nesta quinta-feira (10), após divulgação de sua produção referente ao mês de janeiro. Às 13h15, a ação da petroleira subia 5,35%.

A empresa reportou um mês positivo em todos os seus polos. A produção de petróleo e gás cresceu 13% no comparativo com o mês de dezembro, e 18% na comparação com janeiro de 2021.

O aumento foi impulsionado principalmente pela execução sólida no campo de Macau, no qual a produção de petróleo cresceu 13% de dezembro para janeiro deste ano.

Após a divulgação dos dados, o BTG Pactual publicou relatório em que considera os dados da 3R de janeiro muito positivos. “A empresa é nossa principal recomendação no setor de petróleo e gás para 2022. Com isso, continuamos a ver as ações oferecendo um retorno atraente”, afirmou o banco.

A instituição possui recomendação de compra para os papéis da petroleira, com preço-alvo de R$ 92.

Para a analista da Empiricus, Larissa Quaresma, o mercado aguarda ansiosamente a 3R aumentar sua produtividade, por isso também vê com bons olhos os números de janeiro da empresa. 

E não é só a 3R que apresenta um dia positivo na B3. Diversas petroleiras e outras empresas exportadoras de commodities apresentam altas, e sustentam a subida do índice. O Ibovespa, por sua vez, subia 0,77% no início da tarde, e operava aos 113.326 pontos.

PetroRio (PRIO3) ainda avanaçava 2,78% e Petrobras (PETR4), que negocia um elevado volume de ações na bolsa, subia 2,16%.

Fonte: TradeMap
Fonte: TradeMap

Quaresma acredita acredita que a valorização das petroleiras e de outras empresas de commodities esteja relacionada com a divulgação de dados de inflação nos Estados Unidos.

Mais cedo, foi revelado que o CPI (índice de preços ao consumidor) dos EUA registrou um aumento de 0,6% em janeiro, uma aceleração em relação aos 0,5% registrados em dezembro e acima do esperado por analistas de mercado. Nos últimos 12 meses, a inflação americana acumula alta de 7,5%.

“A inflação alta ajuda as commodities, pois elas são ativos que servem para os investidores se protegerem da alta dos preços”, afirma a analista da Empiricus.

Além das exportadoras, o setor de bancos sobe após um dia negativo na quarta-feira (9), quando caíram em bloco após a divulgação dos números trimestrais do Bradesco (BBDC4). Após fechar em queda de 8,58% ontem, os papéis da instituição sobem 1,44% na quinta.

Leia mais:
Resultado do Bradesco (BBDC4) fica abaixo do esperado e ações têm maior queda do Ibovespa

Via Varejo (VIIA3) se recupera das perdas de quarta e tem alta de 4,95% no pregão de quinta, figurando entre as maiores valorizações do Ibovespa.

Maiores quedas do dia e bolsas internacionais

Se, por um lado, a alta da inflação nos Estados Unidos beneficia as empresas exportadoras de commodities, por outro, prejudica companhias de tecnologia.

Na B3, quem puxa a fila das quedas é a Méliuz (CASH3), com baixa de 3,38%. Locaweb (LWSA3) também figura entre as maiores perdas, com recuo de 3,05%.

A divulgação da inflação americana também mexe com os mercados por lá – s apostas de investidores para as altas de juros nas próximas reuniões de política monetária do Federal Reserve, o banco central dos EUA, ficaram mais fortes.

A expectativa do mercado é que no próximo encontro, em março, a instituição promova a primeira elevação dos juros do país.

Em um dia volátil, o índice Dow Jones caía 0,33% no início da tarde. O S&P 500 recuava 0,46%, enquanto o Nasdaq Composto apontava em 0,49% para baixo.

No geral, tendemos a ver um mercado americano volátil e de baixo crescimento nos dois próximos meses, até que a inflação se estabilize e o mercado precifique um aumento na taxa de juros menos otimista”, afirma o economista da Cripto Mestre, Felipe Veloso.

Em contrapartida aos mercados americanos, na Europa, as principais bolsas sobem nesta tarde. Na Inglaterra, o FTSE 100 avançava 0,51% e, na Alemanha, o DAX acompanhava o movimento e subia na mesma magnitude.

O índice Euro Stox 50, que reúne empresas de toda a zona do euro, operava com estabilidade, e às 13h15, subia 0,03%.

Compartilhe:

Compartilhe: