Super quarta: BC e Fed decidem política monetária

Banco Central do Brasil

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central vai se reunir nesta quarta-feira, 11, para mais uma decisão referente à taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 5% ao ano. A expetativa do mercado é que haja mais um corte de 0,5 ponto percentual, passando para 4,5% a.a.

Entretanto, uma parte dos analistas consultados pelo BC acredita que, devido à alta do dólar e do preço da carne, a instituição financeira pode mantar a taxa de 5% ao ano e adiar a redução da Selic para o ano que vem.

→  Leia também: Fed e Copom reduzem taxas de juros

O Copom faz duas reuniões a cada 45 dias para decidir o rumo da Selic em relação à economia brasileira. Ontem, o comitê apresentou análises técnicas sobre a evolução e as perspectivas econômicas globais.

Já nesta “super quarta”, como é conhecida pelo mercado, a diretoria do Banco Central define e anuncia a taxa após o fechamento da B3, a bolsa de valores brasileira.

Por sua vez, o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) divulga, às 16h, a decisão sobre a taxa de juros local. Há a perspectiva de que o Fed deixe inalterada a taxa entre 1,5% e 1,75% ao ano, após três reduções seguidas pela Fomc (Comitê Federal de Mercado Aberto, na sigla em inglês).

Ibovespa

Em meio às expectativas do mercado sobre o corte da Selic, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, o Ibovespa, registra alta no pregão de hoje. Às 11h50, o indicador reportava crescimento de 0,18% em relação ao fechamento de ontem.

Acompanhe a cotação em tempo real pelo TradeMap!

Ibovespa, às 11h50, no TradeMap
Ibovespa, às 11h50, no TradeMap
googleplay
appstore

Foto: Agência O Globo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!