Resultados trimestrais do Itaú, Aliansce e Multiplan

Resultados trimestrais
Itaú

O Itaú Unibanco (ITUB4) encerrou o segundo trimestre de 2019 com o lucro líquido consolidado de R$ 7,034 bilhões, um ganho de 10,2% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com analistas da Bloomberg, a estimativa da projeção era de R$ 7,038 bilhões. Já em comparação ao 1T19, houve um aumento de 2,3%.

Já o lucro líquido no Brasil foi reportado no valor de R$ 6,7 bilhões, como aponta dados divulgados pela própria companhia. Você pode ver esse resultado no TradeMap.

O banco destaca a expansão das carteiras de crédito de pessoas físicas e de micro, pequenas e médias empresas. Esse aumento equivale a 2% em comparação ao primeiro trimestre deste ano, somando R$ 659,7 bilhões.

Já em relação à Bolsa de Valores, a companhia tinha R$ 1,5 trilhão em ativos até o final de junho, um aumento de 8,8%, ante 2018. O patrimônio líquido do Itaú era de R$ 143,8 bilhões no 2° tri, ganho de 3,3% em um ano e de 4,9% em relação trimestral. A rentabilidade recorrente sobre o patrimônio líquido do banco (ROE) foi de 18,6% no final do mês passado, ante 23,6% em março e 21,6% há um ano.

Além de divulgar o resultado trimestral, o Itaú também anunciou o lançamento de um Programa de Desligamento Voluntário (PDV).

No entanto, os papéis do banco privado estão entre as principais quedas do pregão de hoje. De acordo com análise do InfoMoney, a tendência de algumas linhas do resultado desagradou o mercado, como o crescimento de carteira e margem com clientes. Além do mais, a XP ressalta que a Rede teve queda de 21,4% no comparativo anual.

Mas, além do Itaú, outros bancos privados completam as principais baixas na B3, como o Santander (SANB11) e o Bradesco (BBDC3; BBDC4). Segundo um analista do Bradesco BBI, o aumento na formação de empréstimos inadimplentes no varejo foi uma decepção. Essas quedas estão vinculas ao aporte do Softbank na oferta subsequente do Banco Inter (BIDI11). Clique aqui para saber mais sobre a movimentação do follow on do banco digital.

Maiores baixas do IBOV, às 15h

O TradeMap fez um artigo sobre bancos tradicionais versus fintechs, apontando as principais diferenças desses segmentos. Leia mais clicando aqui.

Aliansce

A Aliansce (ALSC3) registrou lucro líquido de R$ 37,310 milhões no segundo trimestre deste ano, o que representa um aumento de 49% em relação ao mesmo período de 2018. O Ebitda ajustado alcançou R$ 107,091 milhões, ganho de 9,6%.

Já a receita líquida da companhia atingiu R$ 145,734 milhões, aumento de 10,9% em relação ao 2° tri do ano passado.

Multiplan

A empresa Multiplan (MULT3) obteve lucro líquido de R$ 115,239 milhões no 2T19, um desempenho 20,9% inferior ao do segundo tri de 2018. Segundo a empresa, a queda ocorreu devido ao aumento de depreciação decorrente de aquisição de participação no BH Shopping, além do impacto nas despesas de remuneração baseada em ações, como aponta o InfoMoney.

“Excluindo a conta de remuneração baseada em ações em ambos os períodos, o lucro líquido teria aumentado 16,8% e atingido R$ 136,9 milhões, impulsionado pelo crescimento de 6,0% da receita líquida”, declara a companhia.

O Ebitida caiu 16,8%, para R$ 214,097 milhões. Já a receita líquida alcançou 324,863 milhões de reais, crescimento de 6%.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp