Presidente do Fed diz que instituição agirá ‘conforme apropriado’

Fed - Reprodução

O presidente do Federal Reserve (Fed ou banco central americano), Jerome Powell, fez um discurso nesta sexta-feira em Jackson Hole sobre o possível corte de juros nos Estados Unidos. De acordo com ele, a economia americana está em uma posição favorável e a instituição agirá “conforme apropriado”.

Powell não deu pistas se haverá, de fato, corte nos juros na próxima reunião, marcada nos dias 17 e 18 de setembro. No entanto, o presidente do banco central está na mira de Donald Trump, que já afirmou que a redução é necessária para a economia. De acordo com Jerome, o Fed listou uma série de riscos econômicos e geopolíticos que o banco monitora. As informações são da Reuters.

“A economia norte-americana continua com um desempenho no geral muito bom”, afirmou Powell, alegando que “os investimentos empresariais e a indústria têm enfraquecido, mas o sólido crescimento de empregos e salários têm levado a um consumo forte e dado suporte ao crescimento em geral moderado”.

O presidente do Fed ainda disse que a instituição não poderá consertar tudo por meio da política monetária frente o que as guerras comerciais afetaram na confiança do crescimento global.

Em meio a essa fala, o Ibovespa (IBOV) reagiu positivamente, recuperando sua queda do início do dia. No entanto, a reação foi logo sucedida por twitters de Donald Trump acusando o Fed e a China, que fizeram o mercado despencar bruscamente.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp