Petrobras questiona Ministério da Economia sobre estudo para privatização

Em entrevista a uma rádio de Mato Grosso do Sul, Bolsonaro declarou que a privatização “entrou no radar” do governo

Petrobras - Tânia Rêgo/Agência Brasil

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Após ser destaque de alta na B3 na véspera, a Petrobras informou ao mercado que questionou seu acionista controlador, por meio do Ministério da Economia, sobre a existência de estudos sobre a privatização da companhia.

Ontem, a CNN Brasil noticiou que o plano de desestatização da petroleira está em andamento. Em entrevista a uma rádio de Mato Grosso do Sul, o presidente Jair Bolsonaro declarou que a privatização “entrou no radar” do governo, mesmo não sendo um processo imediato.

“A Petrobras informará ao mercado sobre eventuais fatos relevantes que venham a ser indicados por seu acionista controlador”, disse a empresa em nota.

Segundo a CNN, o processo de desestatização deve ocorrer por meio de um projeto de lei que permita à União começar a se desfazer das ações da companhia de forma a perder o controle. Hoje, o governo federal possui 50,5% das ações ordinárias, que dão direito a voto.

Leia também:   STF vota por ICMS menor para energia elétrica e ações do setor devem subir

Além disso, a Petrobras também comunicou na última segunda-feira, 25, o aumento nos preços da gasolina e do diesel nas refinarias a partir de hoje, 26.

O litro da gasolina vendido pela empresa às distribuidoras passará de R$ 2,98 para R$ 3,19, o que representa um aumento de R$ 0,21 ou de cerca de 7%.

Já o litro do diesel passará a ser vendido por R$ 3,34 nas refinarias da estatal, o que representa um aumento de cerca de 9% sobre o preço médio atual, de R$ 3,06.

Por conta dessas notícias, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) fecharam o pregão como as maiores altas do dia, subindo 6,84%, a R$ 29,04. Já os papéis ordinários (PETR3) encerram a sessão com ganhos de 6,12%, a R$ 29,61.

Leia também:   MGLU3: o que aconteceu com a queridinha da B3? Analistas da XP explicam

Nesta terça-feira, os investidores devem acompanhar de perto as falas de Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, em relação à privatização da petroleira.

Acompanhe a cotação da companhia em tempo real pelo TradeMap

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.