Reorganização societária: Votorantim e fundo canadense criam companhia elétrica de R$ 17 bi de valor de mercado

Nova empresa vai incluir os negócios da Votorantim Energia, da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) e outros ativos que ambas as partes possuem em conjunto

Pixabay

Foto: Votorantim

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Votorantim e o fundo canadense CPP Investments, braço de investimentos do CPPIB, decidiram passar por uma reorganização societária e criar uma companhia de energia avaliada em R$ 17 bilhões em valor de mercado, como aponta o Valor Econômico.

A nova empresa vai incluir os negócios da Votorantim Energia, da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) e outros ativos que ambas as partes possuem em conjunto.

Em 2018, a estatal paulista foi arrematada por um consórcio formado pela Votorantim e pelo CPPIB, por R$ 1,7 bilhão. No pregão desta terça-feira, 19, as ações PNB da Cesp (CESP6) subiam 2,06%, às 10h50, negociadas a R$ 24,79.

No comunicado entregue à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Cesp apontou que, após a implementação da operação, a Votorantim e a CPPIB passarão a deter fatias de 54,2% e de 45,8%, respectivamente, no capital social da VTRM, nome da joint venture.

A nova companhia passará a integrar o Novo Mercado da B3 e terá apenas uma classe de ação – diferente da Cesp, que tem três: CESP3, CESP5 e CESP6.

Leia também:   Petrobras encontra petróleo em poço na Bacia de Santos

Consumada a reorganização, a Nova VTRM será uma das principais companhias de capital aberto do setor elétrico brasileiro, com portfólio diversificado de geração de energia 100% renovável, totalizando 3,3 GW de capacidade instalada sob gestão, sendo 2,3 GW em fonte hídrica e aproximadamente 1,0 GW em fonte eólica (compostos por 0,6 GW de ativos em operação e 0,4 GW de projetos em fase avançada de construção com entrada em operação prevista entre maio e novembro de 2022).

A companhia também será uma das maiores comercializadoras de energia do Brasil, com mais de 2,6 GW médios comercializados no ano de 2020.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.