Méliuz: Volume de vendas aumenta no terceiro trimestre e atinge recorde de R$ 1,1 bilhão

Consideradas as demais empresas do grupo, total chegou a R$ 1,4 bilhão no período

Meliuz Divulgacao

Foto: Méliuz/Divulgação

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

O Méliuz (CASH3) informou que seu volume de vendas (GMV) chegou à máxima histórica de R$ 1,1 bilhão no terceiro trimestre, o que representa um aumento de 26% em relação ao trimestre anterior e de 72% ante o mesmo período do ano passado. 

Os dados fazem parte de prévia operacional divulgada na terça-feira, 05. Se consideradas também as outras empresas do grupo, o GMV correspondeu a R$ 1,4 bilhão no consolidado trimestral, sendo R$ 291 milhões da Picodi e R$ 49 milhões da Promobit. 

Nos últimos 12 meses findos em 30 de setembro, o grupo registrou um GMV total de R$ 4,5 bilhões. Deste montante, R$ 3,8 bilhões foram referentes ao Méliuz, R$ 642 milhões à Picodi (considerado a partir de março), e R$ 81 milhões à Promobit (considerado a partir de maio). 

No trimestre em análise, a base de usuários da empresa chegou a 20,8 milhões de contas abertas, crescimento de 2 milhões (10%) em relação aos três meses anteriores e de 9,1 milhões na base anual. 

O resultado representou um ritmo médio de abertura de 30 mil contas por dia útil, ante as 39 mil aberturas nos três meses anteriores.  

De acordo com a companhia, a redução foi consequência da estratégia de priorização do desenvolvimento do novo cartão Méliuz, com lançamento previsto para janeiro de 2022.  

“Uma vez que o novo app e o novo cartão Méliuz forem lançados, a expectativa é que o número de contas abertas por dia útil retorne ou supere a média apresentada ao longo do primeiro semestre de 2021”, disse a empresa no documento. 

Em relação ao cartão Méliuz, as solicitações chegaram a 1 milhão no terceiro trimestre, somando 7 milhões de pedidos desde seu lançamento. 

No acumulado dos 12 últimos meses até setembro, a companhia totalizou 9,5 milhões de usuários ativos, o que representa um avanço de 8% no comparativo trimestral e de 168% na relação anual. 

O número de novos compradores durante um trimestre chegou a um recorde histórico, com elevação de 4% na base trimestral e de 189% na anual. 

As ações da empresa (CASH3) operam em queda nesta quarta-feira, 06. Por volta das 16h, os papéis recuavam 3,39%, negociados a R$ 5,42. 

Leia também:   Após humor amargo do mercado, Nubank (NUBR33) reduz valor de IPO

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais

Não vá ainda...

Baixe o nosso App!

O maior hub do mercado financeiro
na palma da sua mão!

Popup out planos