Moura Dubeux precifica papel a R$ 19 em IPO

Moura Dubeux, foto de Getty Images

A Moura Dubeux, construtora e incorporadora imobiliária, precificou sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) em R$ 19 por ação após o procedimento de bookbuilding, ficando no meio da faixa indicativa, que ia de R$ 17 a R$ 21. Com isso, a companhia conseguiu levantar R$ 1,25 bilhão.

De acordo com a Moura Dubeux, 90% dos recursos levantados serão destinados para pagar dívidas, enquanto o restante será usado para capital de giro.

Em prospecto enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a construtora informa que estreará na B3, a bolsa de valores brasileira, nesta quinta-feira (13), com o código MDNE3. Enquanto isso, a liquidação dos papéis ocorre um dia depois.

Coordenaram a oferta os bancos Itaú BBA, Bradesco BBI, BB Investimentos, Caixa e Credit Suisse.

O que é bookbuilding?

De um modo resumido, o bookbuilding é o processo em que o coordenador da oferta estuda e avalia, em conjunto com os investidores, como seria a demanda de seus ativos no mercado.

Dessa forma, a empresa que pretende abrir capital ou fazer novas ofertas deve saber qual a intenção de compra dos acionistas e chegar a um preço razoável para o IPO ou follow on. Leia mais.