Light ofertará ações de R$ 2 bi

Bolsa de Valores de São Paulo

A empresa elétrica Light (LIGT3) informou ontem, em fato relevante, que o Conselho de Administração aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária e secundária de, inicialmente, 111,1 milhões de ações ordinárias. A operação pode movimentar cerca de R$ 2,09 bilhões, se for considerado o valor de fechamento dos ativos na segunda-feira, 1, em R$ 18,85.

Segundo o comunicado, a distribuição primária envolverá 100.000.000 de papéis ordinários da própria companhia e a venda inicial de 11,1 milhões de ações emitidas pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais).

No entanto, a quantidade de ações ofertadas pode ser acrescida em até 20% durante a data de conclusão do procedimento de bookbuilding. Ou seja, isso representa 22,2 milhões de papéis de ambas empresas.

De acordo com informações da Reuters, a oferta será realizada no Brasil, com coordenação líder do banco Itaú, junto com Citi, Santander, XP Investimentos, BTG Pactual, Bradesco BBI e BB Investimentos.

O processo de precificação ocorre até o dia 8 de julho, segundo o portal InfoMoney.

O que é bookbuilding?

Bookbuilding é o processo em que o coordenador da oferta estuda e avalia, em conjunto com os investidores, como seria a demanda de seus ativos no mercado. Dessa forma, a empresa que pretende abrir capital deve saber qual a intenção de compra dos acionistas e chegar a um preço razoável para o IPO ou oferta secundária.