FMI revisa positivamente projeção do PIB do Brasil

FMI, foto de Yuri Gripas - Reuters

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou para cima a previsão de crescimento da economia brasileira para 2020, de 2,0% para 2,2%. A estimativa foi feita em relação a outubro do ano passado e divulgada nesta segunda-feira, 20, em Davos, onde ocorre o Fórum Econômico Mundial.

De acordo com o FMI, a elevação da estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para este ano ocorreu devido “à melhora do sentimento após a aprovação da reforma da Previdência Social (pelo Congresso) e pelo desaparecimento das rupturas de oferta no setor mineral”.

Além disso, o FMI também apontou que a previsão para o desempenho econômico do Brasil em 2020 está relacionada com condições monetárias acomodatícias, já que o Banco Central cortou a Selic em 1% entre setembro e dezembro de 2019, encerrando em 4,5% ao ano.

“Mas desafios continuam no País e devem continuar mais reformas, como a que envolve salários, que deve ser uma prioridade importante”, afirmou a economista-chefe do Fundo, Gita Gopinath.

Para a economia global, o FMI prevê crescimento de 3,3 % em 2020, queda de 0,1 ponto percentual sobre as projeções de outubro. Já para 2021, a estimativa de avanço é de 3,4%.

Foto: Yuri Gripas/Reuters