EUA e China mantêm contato próximo, diz Pequim

Bandeiras dos EUA e China - Foto de Yuri Gripas

Segundo a agência de notícias Dow Jones, os negociadores comerciais do acordo entre Estados Unidos e China estão “mantendo contato próximo” e tentam chegar a uma conclusão de curto prazo. As informações são do Valor Investe.

O porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, afirmou que “as equipes estão mantendo comunicações estreitas”.

Vale lembrar que as decisões referentes ao acordo comercial deixam o mercado alerta, uma vez que a data limite para a mudança de tarifas de produtos chineses nos EUA está cada vez mais próxima. A alteração das taxas de 10% para 15% sobre 165 bilhões de dólares em produtos está prevista para o próximo domingo, 15.

Ainda de acordo com o Dow Jones, os norte-americanos querem que Pequim se comprometa a comprar produtos agrícolas dos Estados Unidos, como garantia de um acordo comercial. Em contrapartida, a China exige que os EUA adiem as tarifas e removam as taxas já existentes.

Por fim, veículos internacionais informam que autoridades das duas maiores economias globais sinalizaram que domingo não seria a data final para a “fase um” do acordo.

Foto: Yuri Gripas/Reuters