Desemprego cai para 11,2% em novembro, informa IBGE

Carteira de trabalho, foto de Getty Images

A taxa de desemprego fechou em 11,2% no trimestre encerrado em novembro, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 27.

“As vagas temporárias abertas no comércio para fazer frente às datas comemorativas de final de ano contribuíram para a queda de 0,7 ponto percentual na taxa de desocupação”, informou o IBGE.

Fonte: IBGE
Fonte: IBGE

Com crescimento de 0,8%, a população ocupada chega ao recorde de 94,4 milhões de pessoas. Entretanto, mesmo assim, mais de 11,9 milhões de pessoas ainda não têm emprego, como aponta o estudo.

Foi a segunda queda seguida do indicador, que ficou em 11,6% nos três meses até outubro. Com isso, a taxa de desemprego é a menor registrada desde o período trimestral encerrado em março de 2016, quando atingiu 10,9%.

Dessa forma, a taxa de novembro teve um desempenho melhor do que o reportado no trimestre anterior (entre junho a agosto), de 11,8%, e em relação ao mesmo período registrado do ano passado, que foi de 11,6%. Segundo a mediana da Bloomberg, a estimativa era de que o desemprego caísse para 11,4%.

Ibovespa

Ontem, o Índice Bovespa encerrou na máxima histórica, renovando o recorde de fechamento para 117.203 pontos. O mercado ficou otimista pelas expectativas positivas para a economia brasileira em 2020, além dos dados de vendas no feriado de Natal.

Às 10h35 no pregão de hoje, o Ibovespa registrava alta de 0,21%, a 117.453 pontos. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Ibovespa, às 10h35, no TradeMap
Ibovespa, às 10h35, no TradeMap
googleplay
appstore

Foto: Getty Images

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp