Via Varejo estuda oferta subsequente de ações

Via Varejo, foto de Sergio Moraes/Reuters

A Via Varejo, dona das Casas Bahia e Ponto Frio, afirmou nesta sexta-feira (8) que está avaliando a possibilidade de uma oferta subsequente de ações, após o jornal Valor Econômico noticiar ontem à noite que a companhia prepara um follow on de R$ 5 bilhões.

“No entanto, não há, nesta data, decisão quanto ao lançamento dessa possível oferta, bem como de seus eventuais termos”, disse a Via Varejo em nota.

Segundo o jornal, o sindicato ainda está sendo fechado, mas a oferta já conta com os bancos coordenadores, sendo o Bradesco BBI (líder), Bank of America Merrill Lynch, Banco do Brasil e XP Investimentos.

O follow on, que a princípio pode sair em maio, já estava sendo planejado desde antes da crise financeira provocada pela pandemia do novo coronavírus.

O Valor relembrou uma fala do CEO da Via Varejo, Roberto Fulcherberguer, há alguns dias durante uma videoconferência:

“Não é segredo que a empresa vinha pensando numa capitalização. Mas dado que temos os dois pés fincados no chão, tínhamos um orçamento pronto sem [considerar] uma capitalização. Se ela viesse, ela viria só ajudando a fortalecer a estrutura de capital da empresa. Se depois desse momento aqui, do momento em que tiver janela, e dependendo da valorização [dos papeís], aí vamos avaliar se faz sentido ou não fazer, mas não há pressão no caixa da empresa para o dia seguinte”, disse ele.

Ibovespa

Às 12h45, os papéis ordinários da Via Varejo (VVAR3) registravam queda de 6,78% no pregão desta sexta-feira. Acompanhe a cotação em tempo real com o TradeMap.

Foto: Sergio Moraes/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp