Vendas no varejo recuam 2,5% em março, aponta IBGE

Boa Vista diz que varejo recuou 25,2%, foto de Getty Images

As vendas no varejo caíram 2,5% em março de 2020 na comparação com fevereiro, na série com ajuste sazonal. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A média móvel trimestral, após decréscimo de 0,4% no trimestre encerrado em fevereiro, recuou 1,1% no trimestre encerrado em março.

Em relação a março do ano anterior, o comércio varejista recuou 1,2%, na série sem ajuste sazonal. “Foi a primeira queda após 11 meses consecutivos de variações positivas nesta comparação”, informou o órgão.

Com isso, o varejo acumula alta de 1,6% no ano e de 2,1% nos últimos doze meses.

Os números foram influenciados pelo isolamento social, obrigando o fechamento de shoppings centers e vários comércios de rua. A medida foi tomada para evitar a disseminação do novo coronavírus, tratado como uma pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde março.

“Do total de empresas coletadas pela Pesquisa Mensal de Comércio, 14,5% relataram impacto do isolamento social em suas receitas, que se iniciou em algumas capitais a partir da segunda quinzena de março”, informa o IBGE.

Apesar de sofrer retração, o resultado ficou abaixo do esperado por analistas consultados pela Bloomberg, que esperam uma queda de 5,5% na base mensal e de 3,9% no indicador anual.

Já no varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, o volume de vendas recuou 13,7% em relação a fevereiro, queda mais intensa desde o início da série, iniciada em fevereiro de 2003.

Na comparação com o mesmo período de 2019, o comércio varejista ampliado recuou 6,3%, primeira queda após 11 meses consecutivos de variações positivas, com estabilidade no acumulado no ano.

Para ler a pesquisa na íntegra, clique aqui.

Foto: Getty Images

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp