Vendas de varejo dos EUA caíram 1,3% em maio

Oito das 13 categorias de varejo mostraram quedas nas vendas em maio

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

As vendas no varejo dos Estados Unidos caíram 1,3% em maio, após um ganho de 0,9% revisado para cima em abril, mostraram os números do Departamento de Comércio nesta terça-feira, 15. 

A estimativa mediana dos economistas consultados pela Bloomberg apontava para uma queda de 0,8%. 





O valor total de compras foi de US$ 620,2 bilhões em maio, bem acima dos quase US$ 526 bilhões de fevereiro de 2020, antes da pandemia.

A queda de maio sugere que, à medida que as viagens aumentam e os locais de entretenimento reabrem, os gastos com bens de consumo estão começando a moderar enquanto os serviços ganham mais destaque.

Oito das 13 principais categorias de varejo da pesquisa registraram quedas nas receitas de vendas no mês passado.

Somente as vendas das concessionárias de veículos e peças de automóveis caíram 3,7% no mês. Com isso, excluindo as vendas de veículos, as vendas no varejo diminuíram 0,7% em maio. Lojas de móveis, lojas de eletrônicos e comerciantes de materiais de construção também registraram quedas nas receitas.

As vendas dos restaurantes aumentaram 1,8% no período, ressaltando a mudança dos consumidores em relação aos gastos com serviços à medida que as restrições ao distanciamento social diminuem e as preocupações com a saúde também. 





Já as compras em lojas de roupas recuperaram 3% das receitas em maio, o que reflete a reabertura de diversos escritórios e a retomada da atividade social.

O núcleo do indicador, que é medido sem os dados mais voláteis da pesquisa, caiu 0,7% em maio, após uma queda revisada de 0,4% em abril.

Leia também:   Em linha com o esperado, BCE mantém taxas de juros inalteradas

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp