Santander Brasil tem lucro gerencial de R$ 2,13 bi, queda de 41%

Santander, foto de Daniel Becerril - Reuters

O Santander Brasil apresentou um lucro líquido de R$ 2,02 bilhões no segundo trimestre de 2020, o que representa uma queda de 46,3% na comparação com o trimestre anterior, quando registrou R$ 3,774 bilhões, e um recuo de 40,76% em relação ao mesmo período de 2019.

Já o lucro líquido gerencial foi de R$ 2,13 bilhões, queda de 41,2% na base anual e de 44,6% frente ao primeiro trimestre deste ano.

No semestre, o lucro líquido societário atingiu a marca de R$ 5,8 bilhões, cifra 14,7% inferior ante o primeiro semestre de 2019, quando o Santander reportou R$ 6,8 bilhões.

Enquanto isso, as despesas líquidas com provisões para devedores duvidosos (PDD) ficaram em R$ 6,534 bilhões, 90,8% superior em relação com o 1º trimestre e de 111,3% na comparação anual.

De acordo com o Santander, o banco provisionou cerca de R$ 3,2 bilhões para potenciais perdas com empréstimos devido à crise financeira provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Em relatório, o banco UBS afirma que todos os dados vieram conforme o esperado pelo mercado. Por conta disso, às 12h30, as units dos Santander (SANB11) subiam 3,14% no pregão desta quarta-feira, 29.

Veja mais detalhes!

Pelo TradeMap Premium é possível analisar os dados financeiros e de mercado de qualquer companhia listada na bolsa de valores (incluindo ativos americanos).

Clique aqui e conheça nossos planos!

Foto: Daniel Becerril/Reuters