Raízen entra com pedido de IPO na bolsa brasileira

A operação deve movimentar entre R$ 10 bilhões e R$ 13 bilhões, sendo uma das maiores da história na B3

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A Raízen, joint venture entre a Cosan e o grupo Shell, comunicou na última quinta-feira, 3, que protocolou um pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

No começo desta semana, a companhia brasileira de energia já havia informado a intenção de realizar seu IPO na B3.





De acordo com informações do Broadcast, do Estadão, a operação deve movimentar entre R$ 10 bilhões e R$ 13 bilhões, o que pode levar o IPO da Raízen entre os maiores da história na bolsa brasileira.

A companhia solicitou registro no Nível 2 de governança corporativa na B3. Com isso, a oferta será de ações preferenciais, sem direito a voto, mas que possuem preferência no pagamento de dividendos e outros proventos.

“Nós nos consideramos um líder mundial em biocombustíveis e uma referência global em sustentabilidade, na vanguarda de importantes tendências internacionais em transição energética desenvolvendo soluções com baixa emissão de carbono”, informou a companhia em nota.

Em seu ano fiscal encerrado em 31 de março, a Raízen registrou um lucro líquido de R$ 1,547 bilhão, cifra 35,4% menor em relação ao exercício anterior.

Leia também:   São Carlos compra centro de conveniência Plaza Mirante Sul por R$ 6,5 milhões

A empresa disse que seus resultados foram influenciados pela queda nas vendas do etanol e gasolina e combustíveis para aviação ao longo de 2020. Esse impacto foi uma consequência da crise gerada pela pandemia de Covid-19.

Foto: Divulgação





Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp