Petrobras informa alta de 39% no preço do gás natural

Em dólares, o aumento será de 32%. Os reajustes serão válidos a partir de 01 de maio

Sede da Petrobras, foto de Gisele Federicce
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Petrobras (PETR3;PETR4) informou nesta segunda-feira, 05, alta de 39% no preço de venda do gás natural em reais por metro cúbico para as distribuidoras a partir de 1º de maio de 2021. 

Em dólares por milhão de BTU (sigla em inglês), US$/MMBtu, o aumento será de 32% sobre o último trimestre. 

A variação é produto da aplicação das fórmulas dos contratos de fornecimento, que ligam o valor à taxa de câmbio e à cotação do petróleo. Estas correções ocorrem a cada trimestre. 

“Para os meses de maio, junho e julho, a referência são os preços dos meses de janeiro, fevereiro e março. Durante esse período, o petróleo teve uma alta de 38%, seguindo a tendência de alta das commodities globais. Além disso, os preços domésticos das commodities tiveram alta devido à desvalorização do real”, enuncia a empresa no comunicado. 

Os novos preços do gás incluem também o repasse dos custos incorridos para o transporte até o ponto de entrega às distribuidoras, definidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). 

Leia também:   Ibovespa afunda mais de 3% e volta aos 102 mil pontos por receio com nova variante do coronavírus

A correção do preço é realizada anualmente pelo IGP-M em maio, que registrou alta acumulada de 31% entre o mês de 2020 e de 2021. 

Durante o ano de 2020, os valores do gás natural às distribuidoras atingiram redução acumulada de 48% em dólares e de 35% em reais, segundo a estatal, por conta dos efeitos da queda dos preços da commodity no início do ano. 

A companhia destacou que o preço final do produto ao consumidor não é determinado somente pelo preço de venda da empresa, como também pelos tributos federais e estatais e pelas margens das distribuidoras (e dos postos de revenda, quando falando do GNV). 

A Petrobras também informa que os contratos de venda para as distribuidoras são públicos e podem ser consultados no site da ANP.  

Leia também:   Analistas já acreditam em IPCA subindo quase 5% em 2022, teto da meta de inflação

Foto: Gisele Federicce

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.