Mercado externo sinaliza mais um dia de alta; aprovação definitiva da Pfizer segue no radar dos investidores

Os mercados elevam o apetite ao risco, deixando em segundo plano as preocupações com a variante delta

Getty Images
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Esta terça-feira, 24, sinaliza mais um dia de recuperação nos mercados internacionais. 

No continente asiático, as bolsas encerraram no campo positivo, principalmente por conta das ações de empresas de tecnologia.



Na mesma direção, as bolsas europeias operam em alta, após a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha ficar acima do esperado. No segundo trimestre, o indicador cresceu 9,8% na comparação anual.

Enquanto isso, os futuros americanos também sobem e estão sendo puxados pelas altas das ações do segmento tecnológico.

As empresas de commodities também apresentam recuperação, lideradas pelo avanço do petróleo bruto junto à maioria dos metais industriais. O preço do minério de ferro subiu forte, após as quedas recentes, podendo beneficiar os papéis das mineradoras por aqui.



Leia também:   Ibovespa sobe 2,03% na 6ª feira, impulsionado por ações de varejo

Os mercados elevam o apetite ao risco, deixando em segundo plano as preocupações com a variante delta, após a aprovação completa da vacina da Pfizer pela agência reguladora do país, a FDA. Dessa forma, o medicamento passa a ter indicação definitiva para pessoas com 16 anos ou mais e continua com uso emergencial para adolescentes de 12 a 15 anos nos Estados Unidos. Com isso, a expectativa é que a velocidade na imunização aumente.

Os investidores ainda aguardam pela votação do pacote de infraestrutura de US$ 4,1 trilhões do presidente norte-americano Joe Biden, com votos importantes ainda a serem confirmados na Câmara dos Representantes.

No Brasil, a novela segue com a briga dos poderes no campo político. Os investidores deverão ficar atentos ao desenrolar das reformas e às falas de Arthur Lira, presidente da Câmara, e de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, em evento de mercado. 

Leia também:   Pessimismo com fiscal domina a cena e leva Ibovespa a cair mais de 2%; VALE3 recua 3,8% em meio à queda do minério

Enquanto isso, a agenda externa reserva os indicadores da sondagem industrial de Richmond e as Vendas de Novas Moradias, que sairão às 11h00 (horário de Brasília).

Foto: Getty Images

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais