Magalu precifica papel a R$ 22,75 em follow on e levanta quase R$ 4 bi

Esse montante será utilizado, sobretudo, para financiar a aquisição da KaBuM!, anunciada pelo Magalu no dia 15 de julho

loja Magalu - Divulgação
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

O Magazine Luiza precificou na quinta-feira (22) à noite os papéis a R$ 22,75 cada em sua oferta subsequente de ações (follow on) com esforços restritos, o que representa um desconto de 2,15% em relação ao preço de fechamento do último pregão.

Com a venda primária de 175 milhões de ativos ordinários, a varejista conseguiu captar R$ 3,981 bilhões.

Dessa forma, como aponta o Magazine, o novo capital social da empresa passa a ser de R$ 10.052.161.472,00, dividido em 6.673.926.848 ações.

Os novos papéis serão negociados na B3 a partir da próxima segunda-feira, 26, com liquidação física e financeira marcada para um dia depois (27).

Esse montante será utilizado, sobretudo, para financiar a aquisição da KaBuM!, anunciada pelo Magalu no dia 15 de julho.

Leia também:   JBS (JBSS3) emite e precifica US$ 2 bilhões com menores taxas da sua história

A varejista pagará R$ 1 bilhão em dinheiro à vista, mais 75 milhões de ações ordinárias. A terceira etapa de pagamento, de até 50 milhões de ativos, ocorrerá em janeiro de 2024 e estará condicionada ao cumprimento de metas do KaBuM!

Em nota, o Magalu destacou que os recursos também serão destinados para investimentos em ativos de longo prazo, com destaque para expansão em logística e em tecnologia.

Os coordenadores do follow on foram Itaú BBA (líder), BTG Pactual, Bank of America, J.P. Morgan, Bradesco BBI, Goldman Sachs, Morgan Stanley, Santander Brasil, UBS BB e XP Investimentos.

Oferta restrita

A oferta restrita (Instrução nº 476/2009) é voltada exclusivamente para investidores profissionais. O IPO limita-se a 75 investidores, sendo que apenas 50 podem realizar o investimento.

Leia também:   Após conclusão de compra da Laureate, lucro da Ânima (ANIM3) dispara 196% no 3º trimestre

Essa instrução é bem mais flexível em relação ao modelo mais convencional (400), uma vez que a CVM não exige registro no órgão nem análise prévia.

Foto: Magalu/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

BLACK

WEEK

tag
Dias
Horas
Min.
Seg.

Não vá ainda...
Olha só o que tá rolando!

Popup Banner Black Week 3 1