Lucro da Cielo sobe 44% no 1º tri e chega a R$ 241,3 milhões

De acordo com a empresa, maior parte do valor pode ser atribuída ao desempenho da Cielo Brasil.

Prédio da Cielo, foto de Paulo Fridman/Bloomberg
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

O lucro líquido da Cielo (CIEL3) foi de R$ 241,3 milhões no primeiro trimestre de 2021, de acordo com balanço divulgado após o pregão de terça-feira, 27. 

O valor supera em 44,6% o número apresentado no mesmo período do ano passado, quando foi R$ 166,8 milhões. Já na comparação com os dados do quarto trimestre de 2020 (R$ 298,2 milhões), é 19,1% menor. 



Os especialistas esperavam um lucro menor para a maior empresa de meios de pagamento do país. A projeção dos analistas consultados pela Refinitiv era de US$ 170,87 milhões. 

“No comparativo com o mesmo período de 2020, a expansão do resultado pode ser atribuída principalmente ao resultado da Cielo Brasil, 81,7% superior em relação ao 1T20”, destacou a companhia.

A receita líquida da empresa de serviços financeiros caiu 3,8% na comparação anual e 9,9% na comparação com o trimestre passado (4T20). Com isso, ficou em R$ 2,72 bilhões. 

Já o Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu. Os R$ 613,6 milhões obtidos representam um salto de 6,9% sobre o primeiro trimestre do ano passado, embora seja uma queda de 20,1% frente ao trimestre imediatamente anterior. 



Outros números da empresa 

O resultado líquido da Cielo Brasil alcançou R$ 229,9 milhões no 1T21, um crescimento de 81,7% sobre o mesmo período do ano anterior e de 19,0% sobre o quarto trimestre de 2020. 

Os números cresceram em resposta a eventos específicos, de acordo com o relatório. Questões como aumento de gastos, penetração em produtos de longo prazo e foco da Cielo no varejo ajudaram . Por outro lado, a queda das receitas líquidas limitaram maior crescimento no resultado. 

A receita com aquisição de recebíveis e Fidc (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios)  consolidada somou 95,8 milhões de reais, expansão de 17,5% na base trimestral, mas recuo de quase 50% sobre os três primeiros meses de 2020.

Por fim, A Cielo informou que a alienação da participação na Orizon e cessão da Plataforma Elo adicionaram R$ 509 milhões ao caixa no trimestre.

Foto: Paulo Fridman/Bloomberg

Leia também:   Ações da Getnet passam a ser negociadas na B3 nesta segunda

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais