Índices futuros americanos em alta nesta quarta-feira

Investidores aguardam a decisão do Fed sobre a manutenção de juros baixos até 2023

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Bolsas internacionais com resultados mistos. Enquanto as bolsas europeias seguem sem tendências, os índices futuros americanos têm altas nesta quarta-feira, 07. 

As bolsas asiáticas terminaram o dia com resultados diversos.  

Os investidores aguardam pela minuta de reunião do Federal Reserve (banco central norte-americano) para confirmação da manutenção dos juros baixos até 2023. 





Além disso, a decisão do Fundo Monetário Internacional (FMI) de elevar sua perspectiva de crescimento para a economia global em 2021 dos 5,5% estimados em janeiro para 6% é atenção para o dia de hoje.   

Conforme dados finais divulgados pela IHS Markit em parceria com a CIPS, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços no Reino Unido subiu de 49,5 em fevereiro para 56,3 em março. 

Leia também:   Petrobras informa alta de 39% no preço do gás natural

Desse modo, o índice fica acima da barreira de 50 pela primeira vez desde outubro de 2020, o que indica expansão de atividade. 

No entanto, o resultado ainda está abaixo da leitura preliminar de março, de 56,8.  

Na Alemanha, o PMI composto, que engloba os setores de serviços e industrial, subiu de 51,1 em fevereiro para 57,3 em março. 

Este é o maior patamar do indicador em mais de três anos, segundo pesquisa final divulgada pela IHS Markit.  

Nos Estados Unidos, a agenda de indicadores reserva para hoje a balança comercial de fevereiro e os estoques de petróleo do Departamento de Energia (DoE).  

Ainda nos EUA, o presidente Joe Biden comunica sobre avanço das vacinas com todos os adultos vacinados a partir do próximo dia 19, mas alertou que não estão fora do risco de novas variantes.  

Leia também:   Bolsas internacionais com viés de alta nesta terça-feira

No Brasil, a Câmara aprovou o texto-base do projeto que flexibiliza as regras para a compra de vacinas pelo setor privado mesmo sem o aval da Anvisa, bastando o aval de uso concedido por qualquer autoridade sanitária estrangeira. 





 Já o Orçamento de 2021 segue empacado sem decisões do governo, o que mantém o risco fiscal. 

Na agenda econômica, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulga a produção de veículos em março e o Governo realiza a 6ª Rodada de Concessões, devendo leiloar 22 aeroportos agrupados em 3 blocos.  

Enquanto isso, o IGP-DI avançou 2,17% em fevereiro, abaixo do resultado de janeiro (+2,71%). Em 12 meses, acelera para 30,63%.

Foto: Lorenzo Cafaro/Pixabay 

Tags:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp