IBC-Br sobe 0,64% em dezembro, mas fecha 2020 em queda de 4,05%

Para o mercado, a expectativa era de um avanço de 0,4% na comparação com novembro

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado pelo mercado como uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), apresentou um crescimento de 0,64% em dezembro quando comparado com um mês antes.

Já em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com os dados divulgados pelo BC, houve uma alta de 1,34%.

Para os economistas consultados pela Bloomberg, a expectativa era de um avanço de 0,4% na comparação com novembro.





Por outro lado, por um ano marcado pelas crises financeiras geradas pela pandemia de Covid-19, a atividade econômica do Brasil encerrou 2020 com queda de 4,05% sobre o acumulado de 2019.

Enquanto isso, no acumulado dos últimos três meses do ano passado, o IBC-Br teve alta de 3,14% no comparativo com o terceiro trimestre de 2020, mas com queda de 0,69% sobre o mesmo período de 2019.

O que é o IBC-Br?

O IBC-Br, divulgado mensalmente, é um indicador do Banco Central considerado pelo mercado como uma prévia do resultado do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os serviços e bens produzidos no país.

Ele serve de base para investidores e empresas adotarem medidas de curto prazo. No entanto, o resultado não reflete necessariamente o desempenho anual do PIB.

Vale destacar que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgará o PIB de 2020 em 3 de março.

Foto: Unsplash

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!