Goldman Sachs corta projeção do PIB chinês

Goldman Sachs Logo At The NYSE

O Goldman Sachs reduziu sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) da China no primeiro trimestre deste ano, passando de um crescimento de 2,5% na comparação anual para um encolhimento de 9% da atividade econômica.

A instituição financeira também cortou sua estimativa para o PIB chinês no ano cheio de 2020 de um crescimento de 5% para expansão de 3%.

De acordo com o Goldman Sachs, a economia chinesa só vai retornar aos níveis anteriores à pandemia do coronavírus a partir do terceiro trimestre, ainda assim de modo que a recuperação econômica será abafada por um crescimento global fraco devido à propagação rápida do vírus em outros países.

Os Estados Unidos também sofreram ajustes na projeção do PIB feita pelo Goldman Sachs. Para este ano, o banco cortou o crescimento de 1,2% para 0,4%.

Para o primeiro trimestre, o banco revisou o crescimento da economia de 0,7% para 0%. Já o segundo período de 2020 houve queda ainda maior, de 0% para contração de 5%.

Foto: Getty Images