img-tag

DiDi Chuxing, dona do 99, define faixa em IPO e pode movimentar US$ 4 bi

As ADSs, entre US$ 13 e US$ 14, serão negociadas na Nyse sob o código ‘DIDI’

Equipe TradeMap
Equipe TradeMap
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A chinesa Didi Chuxing, dona do aplicativo de transporte 99, definiu a faixa indicativa de preço de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na bolsa norte-americana Nyse, entre US$ 13 e US$ 14 por ação depositária americana (ADS). 

De acordo com documento divulgado na última quinta-feira, 24, no topo da faixa, a operação poderia movimentar US$ 4,03 bilhões, considerando a venda de 288 milhões de ADSs, sendo que quatro ADSs representarão uma ação ordinária Classe A. 





A faixa de preço indicada avaliaria a companhia entre US$ 62,4 bilhões e US$ 67,2 bilhões.  

Em março, fontes ouvidas pela agência de notícias Reuters informaram que a empresa esperava arrecadar US 10 bilhões com a oferta, gerando uma avaliação de até US$ 100 bilhões. 

A operação em Nova York será a maior de uma empresa chinesa nos EUA desde a entrada do Alibaba, que arrecadou US$ 25 bilhões em 2014.  

Segundo a empresa, o montante será destinado a investimentos em tecnologia, expansão dos negócios fora da China e lançamento de novos produtos.  

As ações serão negociadas sob o código ‘DIDI’.





Os principais subscritores da oferta são Morgan Stanley, Goldman Sachs (Ásia) e J.P.Morgan.  

Sobre a DiDi Chuxing  

A DiDi Chuxing, fundada em 2012 e sediada em Pequim, é dona de um aplicativo de smartphone onde os usuários podem pegar carona ou táxis regulares, e ficou conhecida como a Uber chinesa.  

Isso porque, em 2016, conseguiu vencer a disputa com a rival, fundindo unidades em troca de uma participação na empresa chinesa.  

Os principais investidores da empresa são o SoftBank Group, com 21,5% de participação, a Uber (12,8%) e a Tencent Holdings (6,8%).  

Além de seu domínio no mercado chines, a companhia opera em outros 14 países.  

No ano passado, a empresa registrou uma receita de US$ 21,6 bilhões e um lucro de US$ 6,4 bilhões no último trimestre. 

*Com Reuters

Foto: Twitter/Reprodução





Leia também:   Dexco, ex-Duratex, investe R$ 15 milhões em empresa de construção sustentável

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais