Desemprego nos EUA sobe 14,7%, informa relatório oficial

Bandeira EUA, foto de Bloomberg

A taxa de desemprego nos Estados Unidos disparou a 14,7% em abril e bateu a nova máxima na série histórica, que começou a ser registrada em 1948. Os dados são do relatório de emprego, conhecido como payroll, divulgado nesta sexta-feira (8) pelo Departamento do Trabalho.

→ Leia também: Setor privado dos EUA fecha 20,2 mi de vagas de emprego em abril, diz ADP

Com isso, o número deixa para trás o antigo recorde, de 10,8%, e começa a se aproximar da taxa de desemprego vista na crise de 1929, estimada em 25%, como aponta o jornal Valor Econômico.

O relatório do payroll afirma que os EUA fecharam 20,5 milhões de vagas no período em meio à pandemia do novo coronavírus. Os números ficaram um pouco abaixo do consenso dos economistas consultados pelo The Wall Street Journal, que esperavam 21,5 milhões de postos de trabalho encerrados e taxa de desemprego a 16%.

De acordo com o Valor, o relatório inclui dados coletados até o dia 12 de abril e indica que o número de desempregados no país cresceu em 15,9 milhões no período, para 23,1 milhões.

Foto: Bloomberg

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp