Cyrela registrou alta de 588,4% no lucro do 1º tri, para R$ 192 milhões

A receita líquida do período totalizou R$ 1 bilhão

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Cyrela (CYRE3) reportou na quinta-feira, 13, seus resultados referentes ao primeiro trimestre deste ano, com um lucro líquido de R$ 192 milhões, elevação de 588,4% contra os R$ 28 milhões obtidos em 2020. 

Na comparação com o quarto trimestre do ano passado, quando fechou em R$ 261 milhões, houve redução de 26,4%. 





Seu lucro bruto atingiu R$ 347 milhões, crescimento de 100,2% ante os R$ 173 milhões do primeiro trimestre do ano anterior. 

A receita líquida do período totalizou R$ 1 bilhão, alta de 89,6% na comparação anual e queda de 5% sobre o trimestre imediatamente anterior.  

Este aumento foi devido ao maior volume de obras em andamento de unidades já comercializadas e ao volume superior de vendas no período. 

As vendas líquidas contratadas no trimestre somaram R$ 1,03 bilhão, valor 22% superior ao registrado no mesmo período de 2020, de R$ 846 milhões. Entretanto, se comparado ao último trimestre do ano, recuou 45%. 

Das vendas líquidas, R$ 659 milhões se refere à venda de estoque em construção (64%), R$ 201 milhões à de estoque pronto (19%) e R$ 172 milhões à de lançamentos (17%).  





Assim, a empresa atingiu uma velocidade de vendas (VSO) de lançamentos de 40,7% no período em análise. 

Já o VSO de 12 meses da companhia chegou a 52,8%, acima do indicador do mesmo período de 2020, de 51,1%, e do quarto trimestre, de 48,4%. 

valor geral de vendas (VGV) somou R$ 400 milhões, contando com 3 projetos, “Quadra Greenwich East Side” e “Quadra Greenwich West Side”, ambos em São Paulo e o “Move Tijuca”, no Rio de Janeiro. 

Enquanto isso, o resultado financeiro do período foi positivo em R$ 11 milhões, abaixo dos R$ 50 milhões registrados no quarto trimestre do ano passado e superior aos R$ 3 milhões do comparativo anual. 

A dívida líquida atingiu R$ 227 milhões no fim do trimestre, queda de 23,7% sobre o último trimestre de 2020. 

A alavancagem, mensurada pela relação Dívida Líquida/Patrimônio Líquido, reduziu 1.3 ponto percentual (p.pcomparado ao trimestre anterior, para 3,8%. 

Para saber mais detalhes sobre o resultado da companhia, acesse o TradeMap Web e veja a Lâmina de Empresa da CYRE3.

Leia também:   Ultrapar faz acordo de exclusividade para venda da Oxiteno

Foto: Cyrela/Divulgação





Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp