CSN reverte prejuízo e lucra R$ 1,26 bilhão no 3T20

foto de Ina Fassbender - Reuters

A CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) reverteu o prejuízo de R$ 871 milhões reportados no terceiro trimestre de 2019 e registrou um lucro líquido de R$ 1,261 bilhão no mesmo período deste ano. Os dados foram divulgados na última quinta-feira, após fechamento do mercado.

Enquanto isso, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficou em R$ 3,506 bilhões entre julho e setembro de 2020, o que representa uma expansão de 124% frente ao mesmo intervalo de tempo de 2019, ou 82% superior em relação ao 2º trimestre deste ano.

De acordo com a empresa, o resultado foi influenciado pela combinação de melhores volumes, preços e custos em basicamente todos os segmentos de atuação.

Já a receita líquida do terceiro trimestre totalizou R$ 8,715 bilhões, cifra 40% superior em comparação ao trimestre imediatamente anterior e 45% a mais do que o número reportado em igual período de 2019.

“O acréscimo de receita no 3T20 se deu principalmente pela normalização do volume de produção de minério de ferro, combinado com preços maiores de minério de ferro, cimento e aço frente ao 2T20”, informou a CSN em seu release.

Segmentos da CSN
  • Siderurgia (52% da RL)
  • Mineração (39% da RL)
  • Cimento (2% da RL)
  • Logística (5% da RL)
  • Energia (2% da RL)

Foto: Ina Fassbender/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp