Coinbase estreia na Nasdaq e passa a ser avaliada em cerca de US$ 100 bilhões

Em 2018, a corretora teria sido avaliada em US$ 8 bilhões

Equipe TradeMap

Equipe TradeMap

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

maior corretora de criptomoedas dos Estados Unidos, a Coinbase Global, estreou nesta quarta-feira, 14, na Nasdaq, bolsa norte-americana, sob o ticker COIN.

A corretora não realizou uma Oferta Pública Inicial de Ações (IPO, na sigla em inglês), mas sim uma listagem direta para entrar no mercadoou seja, nenhuma ação pôde ser vendida antes da abertura. 





Na terça-feira, 13, a Coinbase estabeleceu como preço de referência para as ações o valor de US$ 250. 

Entretanto, nenhuma negociação foi realizada em tal preço. 

Na abertura, suas ações foram cotadas a US$ 381, uma valorização de 52% no preço dos papéis.  

Estes valores levaram a corretora a ser avaliada em aproximadamente US$ 100 bilhõesincluindo opções de ações restritas e ações não adquiridas, ultrapassando a expectativa inicial de US$ 77 bilhões. 

Durante o dia, as ações atingiram a máxima de US$ 429,26um incremento de 71% sobre o valor de referência definido. 





Ao final do pregão, foram cotadas a US$ 333,34, alta de 33,34%. 

O Bitcoin também reagiu ao otimismo da estreia da corretora e bateu novo recorde histórico, alcançando os US$ 64.841. 

Quando o preço do bitcoin recuar é inevitável que a receita da Coinbase e o preço da ação vai cair também”, destacou Larry Cermak, diretor do site especializado em criptomoedas The Block. 

Sobre a Coinbase Global 

Coinbase, fundada em 2012 por Brian Armstrong e Fred Ehrsam e com sede em São Franciscoé a primeira grande empresa a buscar simplificar a aquisição de bitcoins. 

Atualmente, a companhia é a corretora de criptomoedas mais popular dos Estados Unidos, com mais de 56 milhões de clientes em 100 países diferentes e possui 11,3% de participação no mercado de criptomoedas. 

Em sua última avaliação feita em 2018, o valor estimado pelos investidores foi de US$ 8 bilhões. 

Para o primeiro trimestre de 2021, a empresa projeta um lucro líquido entre US$ 730 milhões e US$ 800 milhões, além de uma receita superior a US$ 1,8 bilhão.

Foto: Shutterstock

Leia também:   Havan solicita registro inicial de companhia aberta, retornando aos planos de IPO

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp