Burger King levanta R$ 510 milhões em oferta subsequente de ações

Essas ações passarão a ser negociadas na B3 a partir de amanhã, sendo que a liquidação física e financeira dos papéis ocorrerá no dia 20 de novembro

Burger King Divulgação

O Burger King Brasil captou cerca de R$ 510 milhões em sua oferta subsequente de ações (follow on) na bolsa de valores brasileira. Cada papel saiu a R$ 10,80, após o procedimento de bookbuilding.

→ Aprenda tudo o que você precisa saber para atuar com segurança e conhecimento no mundo dos investimentos com o curso Investidor Fundamentado, da Helô Cruz (CFA)

Em fato relevante enviado na última terça-feira (17) à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa afirma que foram emitidos 47.250.000 ativos ordinários com esforços restritos de distribuição primária.

“Em razão do aumento do capital social da companhia no âmbito da oferta restrita, o novo capital social passará a ser de R$ 1.461.068.417,41, dividido em 275.355.447 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal”, diz o BK.

Essas ações passarão a ser negociadas na B3 a partir de amanhã, sendo que a liquidação física e financeira dos papéis ocorrerá no dia 20 de novembro.

Segundo o Burger King, os recursos provenientes do follow on serão destinados para retomar o plano de crescimento de restaurantes BK e Popeyes, por meio da expansão e abertura de novas lojas, além de acelerar as iniciativas de transformação digital e omnicanalidade e remodelação de restaurantes existentes.

A oferta foi coordenada pelo Itaú BBA e Santander Brasil. Simultaneamente, foram realizados esforços de colocação das ações no exterior pelo Itau BBA USA Securities, Inc. e pelo Santander Investment Securities Inc. nos Estados Unidos, exclusivamente para investidores institucionais qualificados.

banner curso helo2
O que é bookbuilding?

De um modo resumido, o bookbuilding é o processo em que o coordenador da oferta estuda e avalia, em conjunto com os investidores, como seria a demanda de seus ativos no mercado.

Dessa forma, a empresa que pretende abrir capital ou fazer novas ofertas deve saber qual a intenção de compra dos acionistas e chegar a um preço razoável para o IPO ou novas ofertas (follow on). Leia mais.

Foto: Burger King/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp