Bradesco lucra R$ 3,87 bi no 2º trimestre, queda de 40,1%

Bradesco

O Bradesco reportou uma queda de 40,1% em seu lucro líquido recorrente no segundo trimestre de 2020 em relação ao mesmo período de 2019, somando R$ 3,87 bilhões. O lucro contábil, por sua vez, apresentou recuo de 42% na base anual, a R$ 3,5 bilhões.

De acordo com a instituição financeira, a queda no lucro influenciou uma baixa na rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio (ROAE) do banco para 11,9%, ante 20,6% entre abril e junho do ano anterior.

Devido à crise financeira provocada pela pandemia de covid-19, o Bradesco informou em nota que aumentou o reforço para R$ 3,8 bilhões nas provisões para perdas com a expectativa de inadimplência. No primeiro trimestre de 2020, a companhia já havia constituído R$ 2,7 bilhões em provisões.

“Muito embora o tamanho do impacto na economia e a duração da crise ainda seja incerto, continuamos evoluindo em nossas operações de crédito, cuja carteira expandida, em 12 meses, apresentou crescimento 15% (+12% nas operações destinadas às pessoas físicas e +16% em operações com pessoas jurídicas), evoluções que impactam as despesas com PDD em função das provisões mínimas requeridas pelo Banco Central”, ressaltou a instituição financeira.

Veja mais detalhes!

Pelo TradeMap Premium é possível analisar os dados financeiros e de mercado de qualquer companhia listada na bolsa de valores (incluindo ativos americanos).

Clique aqui e conheça nossos planos!

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp