BNDES libera R$ 2 bilhões para setor de saúde

BNDES, foto de Pilar Olivares - Reuters

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou no último domingo, 29, um novo pacote de estímulos para o combate aos efeitos da pandemia do novo coronavírus.

As medidas anunciadas pelo presidente do banco, Gustavo Montezano, visam a ampliação imediata da oferta de leitos emergenciais, com um orçamento de R$ 2 bilhões. Além disso, o BNDES também informou que a verba será destinada aos materiais e equipamentos médicos e hospitalares.

“Empresas de outros setores que buscam converter suas produções em equipamentos e insumos para saúde também serão contempladas”, disse o BNDES em nota.

Segundo o banco, com os recursos levantados, é esperado que a quantidade de leitos de UTI seja ampliada em 3 mil – o que equivale a mais de 10% da disponibilidade atual de leitos do SUS no país.

Os contratos de aquisição serão coordenados pelo BNDES em parceria com o Ministério da Saúde e as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde. Sobre o financiamento:

  • Valor mínimo de R$ 10 milhões
  • Valor máximo de R$ 150 milhões – a cada 6 meses
  • Prazo total de até 60 meses – incluindo o prazo de carência de 3 a 24 meses
  • Taxas limitadas a TLP + 1% a.a. (BNDES) + até 4,26% a.a. (taxa de risco de crédito)
  • Liberação dos recursos em 15 dias

Foto: Pilar Olivares/Reuters

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp