Balança comercial brasileira registra superávit recorde de US$ 10,3 bi em abril

Este saldo positivo mensal é 67,9% superior ao obtido em março

Logo Trademap

Por:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Por:

A balança comercial brasileira registrou superávit recorde de US$ 10,349 bilhões, alta de 67,9% ante mês anterior, conforme balanço preliminar divulgado pelo Ministério da Economia nesta segunda-feira, 03. 

superávit ocorre quando a quantidade de exportações supera as importações, gerando saldo positivo. Caso contrário, ocorre um déficit comercial (saldo negativo). 





Este é o maior resultado mensal desde que série histórica foi iniciada, em 1989. Até então, o maior valor tinha sido obtido em julho de 2020a US$ 7,601 bilhões. 

Em abril, as exportações totalizaram US$ 26,481 bilhões, enquanto as importações, US$ 16,132 bilhões. A corrente de comércio, termômetro para a atividade econômica, foi de US$ 42,612 bilhões, um avanço de 46,8% sobre abril do ano anterior.  

No ano como um todo, as exportações somaram US$ 82,13 bilhões e as importações, US$ 63,873 bilhões, com superávit de US$ 18,257 bilhões e corrente de comércio de US$ 146,003 bilhões. 

O resultado forte está relacionado à maior demanda mundial por produtos básicos, como alimentos, à disparada do dólar no Brasilque aumenta a competitividade das vendas externas brasileiras. 

De acordo com o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão, as vendas de soja foram destaque no resultado mensal, registrando crescimento de 43,1%, um aumento de US$ 108,39 milhões na média diária. 





Importações e exportações 

As importações totalizaram US$ 16,132 bilhões no mês de abril, um aumento de 41,3%, pela média diária, ante mesmo período do ano anterior. 

O crescimento foi influenciado, principalmente, pelos produtos da Indústria de Transformação, com alta de 42,6% nas vendas, seguidos pela indústria extrativa (35,5%), e pela agropecuária (1,6%). 

Aexportações somaram US$ 26,481 bilhões em abril, alta de 50,5%, pela média diária, em comparação com o mesmo período de 2020. 

Os números foram influenciados pelo crescimento de 72,3% na Indústria Extrativa, seguido pelas vendas externas de produtos agropecuários (44,4%), e pelos produtos da indústria de transformação (43,9%). 

Foto: Ingo Roesler/Getty Images

Leia também:   Produção industrial brasileira tem queda de 0,7% em agosto, a 3ª seguida, e está 2,9% abaixo do nível pré-pandemia

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais

TradeMap + B3 apresenta! 🤩

Banner Curso Small Caps TradeMap Educa B3 compac