Minerva anuncia joint venture com fundo da Arábia Saudita para adquirir frigoríficos na Austrália

A Minerva disse que a nova empresa está em fase final de constituição e deterá cerca de 65% de participação

Minerva - foto divulgação

Foto: Minerva Foods/Divulgação

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Minerva fechou uma parceria com a Salic, do fundo soberano da Arábia Saudita Salic, para criação de uma joint venture destinada à aquisição dos frigoríficos especializados em ovinos (ovelhas) Sharke Lake e Great Eastern Abattoir, localizados na costa oeste da Austrália.

De acordo com o comunicado publicado na última quinta-feira, 26, a companhia brasileira disse que a nova empresa está em fase final de constituição e deterá cerca de 65% de participação, enquanto a Salic ficará com os 35% restantes.



O investimento total da joint venture será de aproximadamente US$ 35 milhões, o que inclui aquisição dos ativos, investimentos para melhoria das estruturas das plantas e capital de giro.

“A expectativa é que as plantas estejam aptas para início de operação no prazo de 60 dias, logo após a aprovação dos órgãos reguladores locais”, ressaltou a Minerva no documento entregue à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Quando estiverem em plena operação, essas plantas poderão alcançar a capacidade de abate de um milhão de ovelhas por ano.

Leia também:   GetNinjas tem alta de 142% no número de profissionais cadastrados no 3º trimestre

“A Salic, em linha com sua diretriz estratégica e foco em segurança alimentar, atualmente conta com operações de criação e engorda de ovinos na Austrália, o que possibilita maior eficiência operacional dos novos ativos”, comenta a Minerva Foods.



A localização foi estratégica, uma vez que a Austrália é, atualmente, a maior exportadora global de ovinos processados.

Recentemente, outra empresa brasileira de capital aberto mostrou interesse no país da Oceania. Só que a JBS decidiu entrar para o mercado de peixe, investindo US$ 315 milhões na Huon, a segunda maior empresa de aquicultura de salmão da Austrália.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais