Enauta assina acordo com Yinson Holdings para negociação de FPSO para Atlanta

A parceria estabelece o início de negociação direta com exclusividade para o fornecimento do FPSO, abrangendo os acordos para afretamento, operação e manutenção da unidade de produção.

Foto: Enauta/Divulgação

Logo Trademap

Por:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Enauta informou que assinou, por meio de sua subsidiária Enauta Energia, um memorando de entendimento com a Yinson Holdings Berhad para a negociação direta e exclusiva dos contratos de fornecimento da unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás (FPSO) para o Sistema Definitivo (SD) do Campo de Atlanta.

A parceria estabelece o início de negociação direta com exclusividade para o fornecimento do FPSO, abrangendo os acordos para afretamento, operação e manutenção da unidade de produção.





A Yinson é uma empresa independente de prestação de serviços de FPSOs e que atua globalmente e opera unidades de produção na África Ocidental, Américas, Europa e Sudeste Asiático.

Segundo a Enauta, o memorando representa uma oportunidade de antecipar decisões relevantes para o sucesso da licitação do sistema definitivo de Atlanta e permite maior previsibilidade do início da operação e condições do SD de Atlanta.

Leia também:   CVC: ataque hacker segue com efeito sobre parte dos sistemas da empresa

Além disso, a companhia também está alinhada com a Yinson em implementar soluções que minimizem a intensidade de carbono por barril produzido.

O processo de licitação do FPSO considera uma unidade com capacidade para processar 50 mil barris de óleo por dia, ao qual estarão conectados de 6 a 8 poços produtores, três deles já em operação no Sistema de Produção Antecipada.

A licitação considera a adaptação de um FPSO existente e ainda não utilizado, o OSX-2, possibilitada por um contrato de exclusividade com opção de compra assinado pela Enauta.





O processo de licitação dos demais serviços e equipamentos necessários para o desenvolvimento do SD está em andamento.

Adicionalmente, a companhia entrou com o pedido junto ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para a obtenção da licença prévia do SD. A Enauta espera tomar a decisão final de investimento do SD no início de 2022 para assegurar o início da produção em meados de 2024.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais

TradeMap + B3 apresenta! 🤩

Banner Curso Small Caps TradeMap Educa B3 compac