Qual setor será beneficiado pela Black Friday?

Segundo o E-commerce Brasil, no ano de 2019, a Black Friday motivou mais de 418 mil brasileiros a fazerem sua primeira compra pela internet

Black Friday/Unsplash

Sim, a Black Friday entrou no gosto dos brasileiros, com as empresas do setor varejista e shoppings centers no centro das atenções.

Black Week - TradeMap

No entanto, agora não só as varejistas pegam essa onda. Vemos diversas outras empresas na febre da Black Friday, como as companhias aéreas ou as educacionais.

Abaixo listamos alguns dos setores que podem ser beneficiados diretamente com a Black Friday:

  • Varejo (vestuários, calçados, joias e acessórios, móveis, eletroeletrônicos e domésticos, livros e supermercados)
  • Shoppings
  • Alimentos
  • Viagens
  • Setor financeiro

Em relação ao varejo, as duas maiores empresas deste segmento aqui no Brasil, a Via Varejo e o Magazine Luiza, aguardam números fortes para a campanha que promete descontos em vários produtos.

O e-commerce na vida do brasileiro

Segundo o E-commerce Brasil, no ano de 2019, a Black Friday motivou mais de 418 mil brasileiros a fazerem sua primeira compra pela internet, apresentando alta de 12% em relação ao ano de 2018, com uma base total de compradores de 2,85 milhões.

Em faturamento, a Black Friday chegou a R$ 3,2 bilhões em 2019, aponta levantamento da Ebit|Nielsen, representando alta de 23,6%. O gasto médio por consumidor, no entanto, caiu de R$ 608 para R$ 602, queda de 1,1%.

Do total das compras neste período, 55% dos pedidos foram gerados a partir dos dispositivos móveis, uma alta de 103%.

Para esse ano, por conta da pandemia, o costume do brasileiro de fazer compras online se elevou. Por outro lado, devemos acompanhar menores promoções dada a alta do câmbio e a possibilidade da falta de mercadorias, conforme já comentado pelas varejistas brasileiras em suas teleconferências de resultados.

Devido aos lockdowns, houve fechamento de fábricas e, consequentemente, redução dos estoques da indústria para ter um equilíbrio por conta da fraca demanda.

Outro fator que vale destacar é que as empresas sofrerem bastante no primeiro semestre de 2020 e serão mais conservadoras em suas promoções para melhorar seu faturamento no ano e não comprimir as margens.

Por outro lado, empresas em diversos setores entraram na onda da Black Friday e, com isso, a quantidade de produtos e serviços estão maiores neste ano.

Black Week do TradeMap

Claro que o TradeMap não poderia ficar de fora dessa. Entre os dias 25 e 30 de novembro haverá muitos descontos em nossos planos e combos avulsos.

Então acompanhe nossas mídias sociais para mais informações!

É importante ressaltar que não estamos recomendando nenhum tipo de investimento. Este artigo tem o intuito de informar quais setores podem se beneficiar com a campanha da Black Friday.

Foto: Unsplash

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

Assine a nossa Newsletter!