Bradespar aprova programa de bonificação de ações

Segundo a empresa, o aumento é de R$ 1,660 bilhão. Portanto, haverá aumento do capital social de R$ 4,1 bilhões para R$ 5,76 bilhões

Bradespar

Foto: Bradespar

Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Bradespar anunciou a aprovação de um programa de bonificação em ações, por meio da capitalização de reserva de lucros. Em nota, a companhia disse que a operação tem por objetivo aumentar a liquidez dos papéis.

Segundo a empresa, o aumento é de R$ 1,660 bilhão. Portanto, haverá aumento do capital social de R$ 4,1 bilhões para R$ 5,76 bilhões.



Serão distribuídas 15.818.449 ações ordinárias e 29.244.116 papéis preferenciais, que serão atribuídos aos acionistas na proporção de 1,295 da nova ação para cada 10 ativos da mesma espécie de que forem titulares na data-base de 20 de setembro, passando a ser negociados “ex-direitos” a partir do dia 21.

Futura redução de capital

Além disso, ficou agendado para o dia 15 de outubro uma assembleia geral extraordinária (AGE) para votar uma posterior redução de capital da Bradespar.

Leia também:   Oi aprova venda de terreno por R$ 100 milhões

A proposta consiste na redução de R$ 5,26 bilhões, já considerando o atual aumento aprovado. Hoje o capital social da companhia está em R$ 5,76 bilhões e, caso o projeto seja aprovado, ficará em R$ 500,124 milhões, sem o cancelamento de ações.



Se aprovada, será concretizada com a entrega de ações ordinárias da Vale aos acionistas da Bradespar.

Em consequência, caberá ao conselho de administração da empresa determinar  o número efetivo de ações da Vale (VALE3) que será entregue aos acionistas da Bradespar (cujo valor contábil seja igual ao da redução de capital), bem como o número de ações da Vale por ação que possuírem da Bradespar.

A companhia ainda informa que, se fossem consideradas as demonstrações financeiras de 30 de junho, a proporção estimada seria de 0,31390978 ação da Vale para cada ação de emissão da Bradespar, independentemente da sua espécie ou classe.

Leia também:   Petrobras anuncia reajuste nos preços do gás de cozinha e da gasolina

Uma vez aprovada a redução de capital, a assembleia geral deverá autorizar o conselho de  administração  a tomar as  providências  necessárias  quanto  à  concretização  da operação   de   redução   de   capital   ora   proposta,   incluindo   a determinação  da  quantidade  efetiva  de  ações  de  emissão  da  Vale  a  ser  entregue  aos acionistas   da   Bradespar   após  a   divulgação   dos   balanços patrimoniais das companhias referentes ao 3º trimestre de 2021.

Terão   direito   às   ações   de   emitidas pela mineradora   os   acionistas   que   se encontrarem inscritos nos seus registros em 16 de dezembro, ou seja, último dia para oposição dos credores.  A partir do dia 17,  caso  não  haja  oposição  de  credores,  as  ações passarão a ser negociadas “ex-direito”.

Leia também:   Lucro da Camil diminui 23,2% no segundo trimestre fiscal, para R$ 106,5 milhões

Atualmente, a Bradespar possui uma fatia de 5,73% na Vale, avaliada em R$ 27,6 bilhões. Com a aprovação da redução do capital, a companhia estima que a sua participação na mineradora seja reduzida para cerca de 3,23%.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais